Regulamentação do Bitcoin no Brasil PL 2303/15: Mais uma audiência é feita hoje (13/09), assista agora

9s Comentários

A câmara dos deputados do Brasil realizou mais uma audiência a respeito da regulamentação do Bitcoin no Brasil.

Comissão Especial destinada a proferir parecer ao Projeto de Lei nº 2303, de 2015, do Sr. Aureo, que “dispõe sobre a inclusão das moedas virtuais e programas de milhagem aéreas na definição de ‘arranjos de pagamento’ sob a supervisão do Banco Central” (altera a Lei nº 12.865, de 2013 e da Lei 9.613, de 1998) – Reunião Deliberativa – I – Audiência Pública com a presença dos seguintes convidados:

  • ANTÔNIO CARLOS FERREIRA DE SOUSA, Diretor de Inteligência Financeira do Conselho de Controle de Atividades Financeiras – COAF;
  • JORGE ALEXANDRE CASARA, Representante da Comissão de Valores Mobiliários – CVM
  • ROCELO LOPES, Representante da CoinBR.

Assista na íntegra:

O Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, foi convidado para discutir o cenário atual e futuro das moedas virtuais como arranjos de pagamentos.

Qual a sua opinião a respeito da Regulamentação das Criptomoedas e como ela deveria ser feita? Comente abaixo, pois sua opinião é importante.

Aproveite e participe da nossa enquete abaixo:

[poll id=”20″]

Acompanhe notícias todos os dias sobre Bitcoin e Criptomoedas:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.