HomeNvidia retira capacidade de mineração cripto de seus cartões RTX

Nvidia retira capacidade de mineração cripto de seus cartões RTX

A fabricante de GPU Nvidia tornou suas placas GeForce RTX pouco atraentes para os mineradores de criptomoedas.

A fabricante de placas gráficas, Nvidia, ampliou sua campanha para diminuir o uso de suas placas: RTX 3080, RTX 3070 e RTX 3060 Ti, que estão sendo usadas para mineração de criptomoedas. A empresa pretende tornar os cartões menos desejáveis para os mineradores, reduzindo significativamente seu potencial para a mineração cripto.

Isso pode soar familiar considerando que a empresa reduziu pela metade a taxa de hash do Ethereum, de seu cartão GeForce RTX 3060, no início deste ano pelos mesmos motivos. Os novos cartões de consumo terão uma etiqueta “Lite Hash Rate” ou “LHR” que denota sua eficiência limitada na mineração. A empresa revelou que o envio dos modelos ‘atualizados’ começaria no final deste mês. Além do desempenho de mineração ethereum, os cartões LHR seriam idênticos à geração anterior em funcionalidade de jogos.

A Nvidia não compartilhou os detalhes técnicos relacionados ao limitador de hash do Ethereum. No entanto, explicou que a mudança ajudaria os jogadores, o mercado-alvo dos cartões, a facilitar o acesso. Existe a possibilidade de que os mineradores de criptomoedas possam encontrar uma solução alternativa mas, no momento, há pouco incentivo para comprá-los.

De acordo com o anúncio, a “taxa de hash reduzida só se aplica a cartões recém-fabricados com o identificador LHR e não aos cartões já comprados“.

A empresa enfatizou que as placas GeForce são feitas para jogadores, apesar de serem programáveis e, portanto, versáteis. Muitos usuários aproveitaram esse recurso no passado para torná-los adequados para outros aplicativos, como mineração de criptomoedas, simulação meteorológica e sequenciamento genético.

A própria Nvidia é a culpada por um incidente anterior que apagou seu esforço para tornar as GPUs disponíveis para os jogadores. Em fevereiro, a empresa revelou que as taxas de mineração de Ethereum em sua oferta RTX 3060 haviam sido reduzidas pela metade. Pouco depois do lançamento comercial dessas unidades, a empresa lançou um driver de firmware beta que removeu o limite e restaurou todo o potencial de mineração do cartão.

O erro não forçado fez da RTX 3060 uma opção viável de mineração do Ether, já que os mineradores de criptomoedas inundaram o mercado para engoli-los. A empresa, sem dúvida, fará questão de garantir que uma repetição do mesmo erro não aconteça.

Etiquetas:
Aceita clientes dos EUA
Plataforma premiada de negociação de criptomoedas
Grande variedade de ativos de criptografia
Abra sua conta agora!