HomeNexo processada por suspender o pagamento com XRP em sua plataforma

Nexo processada por suspender o pagamento com XRP em sua plataforma

A empresa de empréstimos de criptomoedas, Nexo, foi acusada de liquidar aproximadamente 5 milhões de dólares em XRP de garantias

Nexo, uma plataforma de empréstimo de criptomoedas do Reino Unido, enfrenta uma ação judicial por ter suspendido o uso do XRP como garantia e causado a liquidação de clientes no valor de 5 milhões de dólares, no final do ano passado. O principal denunciante, Junhan Jeong, que entrou com a ação judicial em nome de outros usuários de XRP, argumenta que a plataforma o fez sem aviso prévio, fazendo com que os usuários sofressem enormes danos.

Jeong apresentou a reclamação no final da semana passada, dizendo que a plataforma violou seu acordo de usuário.

Uma seção do relatório diz que “o autor reivindica a reparação dos danos causados a nível nacional pela suspensão intencional e injustificada da Nexo, em 23 de dezembro de 2020, de uma opção crítica de reembolso em sua plataforma de utilização de ativos criptográficos para empréstimo em dinheiro e da liquidação resultante das garantias de centenas de clientes da Nexo, causando bem mais de 5 milhões de dólares em danos”.

Alegadamente, a Nexo tomou a iniciativa de evitar sofrer perdas durante o período de crise jurídica da Ripple-SEC. O processo acrescenta que a Nexo manteve os lucros após a liquidação injustificada das garantias dos clientes.

“Ao ver o preço do XRP cair significativamente, no dia 23 de dezembro, a Nexo suspendeu o uso do XRP por parte dos clientes como garantia ou pagamento de empréstimos e o fez sem avisar sobre a suspensão. A Nexo fê-lo porque não queria ficar na posse do XRP com seu valor substancialmente reduzido – não porque a Nexo acreditasse que o anúncio da SEC aconselhava contra o uso ou venda do XRP.”

Jeong diz que os usuários que pretendiam usar o token nativo de Ripple como garantia para manter seus empréstimos foram impedidos de fazê-lo.

“A suspensão pela Nexo dos pagamentos com XRP e a liquidação das garantias desses clientes, portanto, foi ilegal, e esses clientes têm o direito de recuperar o valor de seus XRP quando a Nexo suspendeu seu uso e o valor de suas garantias liquidadas por infração (menos os valores pendentes do empréstimo sobre essas garantias)…”

Vários câmbios de criptomoedas, que aceitavam o XRP, bem como instituições financeiras associadas à Ripple passaram a cortar os laços com a empresa de blockchain quando esta foi processada pela SEC. A Nexo estava entre as plataformas que o fizeram, embora de forma “ilegal”, conforme o relatório. É relatado que a equipe jurídica da empresa tentou chegar a um acordo amigável com o reclamante através de seu advogado, mas a mudança não produziu nenhum resultado.

Etiquetas:

Assine o nosso boletim informativo exclusivo!

E-mails personalizados

Sem SPAM

Notícias sobre alt coins

Cancele a inscrição quando quiser

Após a inscrição, de vez em quando, você também poderá receber nossas ofertas especiais por e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir seus dados a terceiros. Consulte a nossa Política de Privacidade aqui.