HomeMinistério da Fazenda do Kuwait, diz não reconhecer o Bitcoin como moeda legal

Ministério da Fazenda do Kuwait, diz não reconhecer o Bitcoin como moeda legal

 

O Ministério da fazenda do Kuwait disse que não reconhece o bitcoin, e que as instituições financeiras estão proibidas no país de negociar com a criptomoeda.

 

De acordo com o Arab Times, fontes do ministério explicaram que o Banco Central do Kuwait não permite que instituições financeiras, bancos e empresas afiliadas negociem bitcoins.

No entanto, as fontes acrescentaram que nem o Ministério da Fazenda nem o banco central podem regular o comércio de bitcoin, pois não reconhecem a criptomoeda. Além disso, o comércio de bitcoin está “fora do controle” das autoridades, pois é gerenciado pela internet, disseram as fontes.

Sendo o bitcoin não regulado por uma autoridade central, o banco central repassou ao Ministério do Comércio e Indústria que tomasse medidas para informar os consumidores sobre os riscos da moeda digital, acrescentaram as fontes.

 

Fontes do Ministério Público indicaram que a lei do Kuwait não pode proibir o comércio on-line, uma vez que se enquadra nas leis de “e-programs”.

“No entanto, os investimentos do exterior que estão ligados ao bitcoin,  para o Kuwait são considerados ilegais e imundo, porque a lei do Kuwait não considera essas moedas”, disseram as fontes na época.

Em outros lugares do Oriente Médio, o Banco Central dos Emirados Árabes Unidos esclareceu em fevereiro deste ano que o bitcoin não está proibido no país.

Fonte: coindesk

Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: https://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: https://guiadobitcoin.com.br/feed/

 

Etiquetas:

Assine o nosso boletim informativo exclusivo!

E-mails personalizados

Sem SPAM

Notícias sobre alt coins

Cancele a inscrição quando quiser

Após a inscrição, de vez em quando, você também poderá receber nossas ofertas especiais por e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir seus dados a terceiros. Consulte a nossa Política de Privacidade aqui.