A mineração em nuvem é lucrativa?

1 Comente

Lembra-se do Velho Oeste? Quando os tolos muitas vezes compravam mapas para minas de ouro e esperavam encontrar grandes riquezas? Hoje, a pergunta básica que os cowboys costumavam fazer ainda é a mesma: se a mina está cheia de ouro, então, por que eles venderiam um mapa por uma pequena ou insignificante fração da riqueza contida na mina? Quantos mapas eles venderam? Quantas pessoas já estiveram lá? A mina realmente existe?

instintivamente, podemos perguntar o mesmo dos provedores de mineração da nuvem.

Se a mineração fosse rentável para os proprietários da infra-estrutura de mineração, por que eles iriam alugá-la por uma fração do preço das criptomoedas mineradas? Por que eles simplesmente não ficam pra eles? Estas são perguntas válidas e a resposta nem sempre é 100% convincente.

Uma explicação é que as empresas de  mineração precisam de algum dinheiro fiat para honrar suas despesas. Em outras palavras, é um problema de fluxo de caixa. Impostos, faturas e assim por diante, precisam ser pagos em certas datas com dinheiro fiat. Então, ao invés de vender as criptomoedas que eles mineram, eles acumulam criptos enquanto vendem a seus clientes poder de mineração em troca de dinheiro. Os clientes pagam dinheiro por quantias em criptomoedas e isso resolve o problema do fluxo de caixa da empresa de mineração. Isso sim faz sentido.

Outros têm uma história menos emocionante para contar. O hashrate da rede cresce muito rapido torna os contratos obsoletos em questão de meses. Então, mesmo que você possa comprar um nível de serviço de hashrate “vitalício”, esta hashrate rapidamente se tornará obsoleta pelo crescimento natural da rede. Não há nada que os mineradores possam fazer sobre isso. Como você pode ver neste gráfico fornecido pelo Blockchain.info, o hashrate cresceu linearmente nos últimos 3 meses, com uma inclinação maior em novembro de 2017, quando o preço do Bitcoin explodiu para cima. Naturalmente, com a valorização da cripotmoeda, o hashrate de rede total aumenta, à medida que mais mineradores se juntam ao sistema.

Se a tendência atual persistir, o disparador de mineração Bitcoin total terá duplicado novamente até meados de 2018. Isso significa que a dificuldade da rede também irá dobrar. Isso faz com que qualquer processo de mineração nuvem será 50% menos lucrativa.

Escolha o Algoritmo com sabedoria

Portanto, podemos chegar a seguinte conclusão. Futuros contratos de mineração só valem a pena, desde que o algoritmo comprado seja capaz de manter o lucro. Os mineradores poderiam mudar para outros algoritmos de hashing e tentar minerar criptomoedas mais rentáveis ​​que podem ser negociadas futuramente para o Bitcoin. Esta é uma estratégia antiga e algumas plataformas de mineração ainda fazem isso automaticamente mudando dinamicamente os algoritmos de mineração para o mais lucrativo a cada X minutos, estes são chamados pools de multi-mineração e você pode encontrá-los facilmente através de busca na web. Sites como o Coinwarz também fornecem dados de rentabilidade de mineração em tempo real coletados diretamente das centenas de pools de mineração. Ao escolher o algoritmo de mineração com sabedoria, você poderá conseguir um bom ROI através da mineração em nuvem.

Uma alternativa

Mas os pagamentos em dinheiro podem não ser o objetivo das mineradoras em nuvem. Alguns consideram a mineração em nuvem como uma maneira alternativa de comprar criptomoedas para o futuro, como um investimento de longo prazo. Como as compras de cartões de crédito de criptomoeda nem sempre são possíveis, especialmente em países com economias muito controladas, comprar poder de mineração em nuvem pode ser uma solução para aqueles que desejam entrar no mundo das criptomoedas sem entrar em problemas com as leis do país.

Por exemplo, grandes bancos dos EUA estão bloqueando compras de criptomoedas através de cartões de crédito emitidos por eles. Então, se você é um cliente de um desses bancos, você poderia comprar um contrato de mineração em nuvem e dessa forma obter criptomoedas sem quebrar as regras.

Conclusão

Embora muito tenha sido discutido sobre a mineração em nuvem, principalmente quanto as fraudes, na maioria das vezes, o ROI depende de você e não do serviço de mineração em nuvem oferecido. Se você tiver problemas para comprar criptos usando sua conta bancária ou cartões de débito/crédito em sua região, a mineração pode fazer sentido mesmo que não seja imediatamente rentável. Alguns cartões de crédito também oferecem recompensas de pontos generosos e opções de pagamento parcelado, o que também pode funcionar como um instrumento de crédito para transformar dinheiro fiat em criptomoedas. Só não esqueça de verificar as taxas de juros.

Escolha o algoritmo de mineração com sabedoria, já que a mineração em nuvem de Bitcoin pode não ser a melhor estratégia. Altcoins ganham valor com o tempo. A Litecoin, por exemplo, recuperou o seu posto entre os 5 principais criptos (a LTC costumava ser a nº2 no início de 2014) então se você estivesse minerando LTC, teria sido muito mais lucrativo que o Bitcoin.

Como podemos ver, a mineração em nuvem tem seu lugar no negócio de criptomoedas. Não é a luz no fim do túnel que o tornará rico, mas para alguns é a melhor opção. Analise as opções e escolha sabiamente, como sempre, investigue e verifique os antecedentes e a reputação da empresa de mineração em nuvem antes de entrar de cabeça nessa investida.

Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.