HomeKraken é acusada de atividades ilegais por ex-funcionário

Kraken é acusada de atividades ilegais por ex-funcionário

A Kraken é uma das principais corretoras de criptomoedas de todo o mercado e uma das mais proeminentes dos EUA. Por muito tempo ela manteve uma boa reputação, porém, agora ela está sendo acusada de atos ilegais.

Um ex-funcionário da Kraken, iniciou um processo judicial contra a empresa em conexão com quebra de contrato e violação de sanções, entre outras acusações.

De acordo com um documento judicial apresentado em 26 de novembro, Nathan Peter Runyon – um veterano da marinha e ex-funcionário da Kraken, onde atuou como analista financeiro do diretor financeiro da corretora sob o comando de Kaiser Ng – levou o caso a tribunal acusando a empresa e Ng de uma série de violações e falsificações legais.

Especificamente, ele acusou a Kraken de táticas comerciais antiéticas e ilegais, enganando os funcionários sobre suas opções de ações, violação de sanções, discriminação contra ele como veterano militar deficiente e falsos endereços de oficiais da empresa.

Durante seu trabalho na Kraken, a partir de agosto de 2018, Runyon supostamente se deparou com várias táticas comerciais questionáveis, em que a empresa supostamente obteve receita de países utilizando a lista de Nacionais e Pessoas Bloqueadas, do Tesouro de Controles de Ativos dos EUA.

Runyon afirmou que os saldos bancários da Kraken estavam faltando vários depósitos de clientes no valor de milhões de dólares. Kraken supostamente não conduziu avaliações de desempenho, bem como as opções de ações alteradas concedendo cronogramas de aquisição de direitos sem alterações.

Além disso, Ng supostamente perguntou a Runyon se ele poderia usar o endereço residencial do queixante para pedidos de bancos e órgãos reguladores.

 

Comprar Ethereum no Brasil – Método Fácil

 

Runyon notificou Ng sobre suas descobertas, mas Ng supostamente ignorou todas elas e retirou Runyon do projeto. O processo judicial apresenta várias outras alegações de Runyon contra Kraken.

Curiosamente a Kraken tem sido uma empresa com uma boa reputação até recentemente. Por muito tempo ela foi capaz de se manter longe de problemas e de acusações. Diferente de corretoras como a Bitfinex, que sempre é acusada de manipulação de preços e condutas indevidas com a criptomoeda Tether.

Como notado pelo Cointelegraph, um relatório da Blockchain Transparency Institute classificou a Kraken como uma das corretoras mais “limpas” da indústria. Esse relatório foi inicialmente lançado no final de setembro.

Porém, alguns meses antes, a Bloomberg reportou que a Kraken poderia estar envolvida com irregularidades envolvendo transações de Tether (USDT). O professor da Universidade do Texas, John Griffin, disse que as irregularidades notadas eram sugestivas de “wash trading”.

Essa é uma técnica empregada por alguns traders que atuam como comprador e vendedor em uma transação, dando a falsa impressa de oferta e demanda. A atividade em si é ilegal, porém, a Kraken se defendeu dizendo que “não é claro qual o perigo de realizar wash trading de uma criptomoeda com o ativo em que ela é lastreada.”

Veja também: Fluffypony, o líder mantenedor da Monero decidiu deixar o projeto

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

 

Tags:

Assine hoje nosso boletim informativo exclusivo !

Emails personalizados

Sem SPAM

Alt coin news

Cancele a inscrição quando quiser

Após a inscrição, de vez em quando, você também poderá receber nossas ofertas especiais por e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir seus dados a terceiros. Veja a nossa política de privacidade aqui.