Híbrido de Zcash e Ethereum permitirá contratos inteligentes anônimos

0 Comentários

Conforme você pode observar no mercado de criptoativos, o Ethereum é a altcoin mais “poderosa” de todas. Vitalik Buterin conseguiu trazer para o mercado de blockchain não só o ICO mais bem-sucedido da história, como uma grande disrupção. Inegavelmente o Blockchain do ETH deu início há coisas incríveis, como contratos inteligentes, Dapps, DeFi, entre outros. Embora ainda tenha melhorias a serem feitas, não há dúvidas de que o Ethereum veio para ficar e que além de revolucionar o blockchain, transformará os mercados tradicionais.

Contudo, no ETH falta uma qualidade que pessoas preocupadas com sua privacidade desejam, o anonimato. Observando essa carência que outros programadores apresentaram os criptoativos com foco em anonimato. Como resultado de toda a criação, surgiu o ZCash, uma das altcoins com foco em anonimato com uma grande aceitação do mercado. O ZEC provou que saiu da promessa para a realidade e consegue garantir que seus dados pessoais e de transação permaneçam completamente confidenciais.

Todavia, o mercado está sempre evoluindo. Sendo assim, as pessoas desejam melhorias a cada dia e contratos inteligentes que garantem 100% de anonimato não podem ficar de fora. Por isso Thomas Walton-Pocock, CEO da Aztec, lançou sua rede de privacidade no Ethereum, garantindo um híbrido de ETH com ZEC. Apesar de ainda não disponibilizar essa característica, a equipe Aztec desenvolverá uma técnica para manter privados os contratos inteligentes na próxima fase do projeto.

“Nossa prioridade é implantar o PLONK no ACE em 2020. O PLONK é o super rápido Universal SNARK desenvolvido pelo CTO da AZTEC, Zac Williamson, e pelo cientista-chefe da AZTEC, Ariel Gabizon, que permitirá que contratos inteligentes privados sejam executados com apenas uma configuração confiável”.

De acordo com o anúncio, o suporte está disponível para o zkDai, uma versão privada da stablecoin Marker. Entretanto, nas próximas seis semanas outros ativos baseados no Ethereum receberão suporte. Ademais, a equipe Aztec deseja que até o final de março os usuários criem seus próprios ativos personalizados completamente privados.

Além de usar as mesmas provas de zero conhecimento (ZKP) do Zcash, o protocolo também utiliza seu próprio kit de desenvolvimento de software de privacidade (SDK) que permite aos usuários criar seus próprios ativos privados. Segundo a filial de Londres, o projeto tem mais eficiência e um custo menor que as demais alternativas do mercado.

A fim de avançar mais com o projeto, a Aztec conseguiu nomes importantes para ele. O JPMorgan, por exemplo, fez parte da série de testes de ZKP em fevereiro de 2018. A incubadora de startups, ConsenSys, ajudou o projeto a se tornar uma realidade ao liderar uma rodada de financiamento de US$2,1 milhões no final de 2019.

Apesar de toda a pressão negativa de governos e instituições financeiras, o blockhain não para e a cada dia surpreende com grandes inovações.

 

Clique aqui para ler: Minecraft ganha caça ao tesouro de Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.