Hackers movimentam $8 milhões roubados da Binance

1 Comente

Recentemente foram detectadas uma série de transações que movimentaram parte dos valores roubados da Binance em um ataque hacker que ocorreu em maio. Duas transações provenientes de uma carteira confirmada como sendo do hacker (ou do grupo que realizou o ataque) foram rastreadas em 8 de julho de 2019. As transações tiveram um valor combinado de mais de $8 milhões – quase 10% do valor roubado originalmente.

As informações são do site BTC Manager.

Enquanto o Bitcoin continuava em sua recuperação diária, chegando próximo dos $12.500, uma popular conta do twitter, a Whale Alert, rastreou dois movimentos dos Bitcoins roubados da popular corretora Binance no início deste ano.

As duas transações de Bitcoin suspeitas foram de 707.1 BTC e 1 BTC, com um valor combinado de mais de $ 8 milhões de dólares e foram enviadas para um par separado de endereços:

Em 7 de maio de 2019, a Binance sofreu vários ataques cibernéticos coordenados que permitiram que os hackers roubassem mais 7.000 BTC no valor de mais de $40 milhões na época do roubo. Os fundos roubados valem cerca de $ 83,5 milhões depois das recentes altas do Bitcoin.

Os hackers realizaram uma série de ações aparentemente independentes que conseguiram contornar o sistema de inteligência artificial da Binance, construído especificamente para identificar atividades comerciais suspeitas.

Os 7.000 BTC foram retirados em uma única transação e, quando o alarme disparou, já era tarde demais para tomar medidas significativas para impedir o roubo.

Os hackers conseguiram acessar uma das hot wallets da Binance contendo quase 2% do total das ações da BTC. O resto, que é armazenado com segurança em uma carteira fria, não foi prejudicado pelo ataque.

Como consequência do roubo, Changpeng Zhao (CZ), CEO da Binance, divulgou publicamente a ideia de reverter transações de Bitcoin, o que atraiu muitos críticos da comunidade Bitcoin e forçou a CZ a abandonar a ideia logo após a proposta.

A Binance então anunciou que nenhum usuário teria sofrido qualquer problema financeiro, já que a perda foi totalmente coberta pela empresa através do seu Secure Asset Fund for Users (SAFU).

A partir de 8 de maio de 2019, de acordo com a Chainanalisys, os hackers começaram a mover sistematicamente o BTC roubado em uma intrincada série de transações estranhas.

Os hackers inicialmente transferiram todos os 7.079 BTC roubados para 19 endereços que foram transferidos para apenas sete endereços.

Veja também: Bloomberg: Indicador aponta forte alta do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.