HomeGoldman Sachs: Bitcoin requer mais fundos institucionais para estabilidade

Goldman Sachs: Bitcoin requer mais fundos institucionais para estabilidade

Um analista do Goldman Sachs acredita que o Bitcoin está a caminho da maturidade, e que mais fundos institucionais são necessários para estabilizar o mercado

O analista Jeff Currie do Goldman Sachs acredita que o Bitcoin (BTC) está no caminho da maturidade, acrescentando que mais dinheiro institucional estabilizará o mercado. O analista deu a conhecer suas opiniões durante uma entrevista à CNBC na terça-feira, acrescentando que a notável corrida do Bitcoin atraiu o interesse de Wall Street.

Currie, chefe de pesquisa de commodities do Goldman Sachs, apontou que, apesar do crescimento maciço do Bitcoin, mais fundos institucionais são necessários para estabilizá-lo. Os fundos institucionais são necessários para evitar o tipo de crash que viu o preço do Bitcoin cair cerca de 20% na segunda-feira. O preço do BTC caiu para quase $32.000 após atingir um pico acima de $40.000 na semana passada.

Currie disse: “Acho que o mercado está começando a se tornar mais maduro. Acho que em qualquer mercado nascente, você obtém essa volatilidade e os riscos que estão associados a ela“. Currie afirma que a chave para criar um certo nível de estabilidade no mercado de Bitcoin é provocar um aumento na participação dos investidores institucionais. Atualmente, a participação institucional no Bitcoin é pequena. Currie afirma que, do valor de mercado total de $600 bilhões do Bitcoin, os investidores institucionais respondem por cerca de 1%.

Um número crescente de investidores institucionais está colocando seu peso no Bitcoin. Investidores famosos, como o Paul Tudor Jones e o Stanley Druckenmiller, já se aventuraram no investimento em BTC. Além disso, empresas como MicroStrategy, MassMutual e Ruffer Investment Company assumiram posições consideráveis ​​em Bitcoin.

No mês passado, a Skybridge Capital lançou seu fundo Bitcoin com $25 milhões. Está trabalhando para aumentar sua participação no mercado nos próximos meses. O Guggenheim é outro investidor institucional que também está procurando entrar no mercado de criptomoedas. O registro da firma de investimento na SEC mostra que ela quer investir $500 milhões em Bitcoin por meio do GBTC.

Os investidores veem cada vez mais o Bitcoin como uma reserva de valor, com a criptomoeda registrando um crescimento sem precedentes, apesar dos efeitos econômicos da Covid-19. Os estrategistas do JPMorgan prevêem uma alta do Bitcoin para $146.000 no longo prazo, enquanto o Diretor de Investimentos do Guggenheim acha que a criptomoeda vale cerca de $400.000.

O Goldman Sachs não era um grande fã do Bitcoin inicialmente, mas o banco de investimento mudou de ideia nos últimos anos.

Assine o nosso boletim informativo exclusivo!

E-mails personalizados

Sem SPAM

Notícias sobre alt coins

Cancele a inscrição quando quiser

Depois de se inscrever, poderá também receber ofertas especiais ocasionais da nossa parte via e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir os seus dados a terceiros. Consulte a nossa Política de Privacidade aqui.