HomeFSA do Japão pela primeira vez nega visto de operação a exchange

FSA do Japão pela primeira vez nega visto de operação a exchange

O anúncio, divulgado pela Agência de Serviços Financeiros (FSA) na quinta-feira, confirma um relatório que indicava que o regulador rejeitaria o pedido da FSHO – sua primeira recusa – depois que enviou dois pedidos de suspensão à empresa em março e abril, respectivamente.

A ordem de recusa explicou ainda que a decisão da FSA foi tomada com base no fato de que a bolsa não avançou durante o período de suspensão de três meses em termos de melhoria de suas operações internas.

A operação da FSHO foi interrompida porque o regulador considerou que seu conhecimento do cliente (KYC) e as medidas de segurança estavam faltando. Essas medidas passaram a ser mais rigorasa após o roubo de US$ 500 milhões da Coincheck em janeiro.

No entanto, a FSA alegou no aviso de hoje que uma grande parte da questão decorre da falta de vontade da FSHO em cooperar com funcionários do governo.

A FSA alegou que autorizou auditores e advogados delegados a formar uma nova equipe administrativa para a empresa em 6 de maio, um movimento que veio após a segunda ordem de suspensão em 6 de abril.

No entanto, a FSA indicou para questões que são “extremamente importantes em termos de gestão”, a antiga equipa de gestão ainda iria avançar sem obter o consentimento dos delegados recém-nomeados. Com efeito, o regulador disse que a antiga administração ainda estava no controle.

Além disso, a FSA explicou que a antiga administração da empresa também organizou uma assembleia geral de acionistas em 4 de junho, na qual decidiu que a formação da nova equipe administrativa em 6 de maio era inválida, enquanto a nova equipe estava “virtualmente ausente”.

Posteriormente, os advogados e auditores delegados renunciaram, segundo o regulador.

Etiquetas:

Assine o nosso boletim informativo exclusivo!

E-mails personalizados

Sem SPAM

Notícias sobre alt coins

Cancele a inscrição quando quiser

Depois de se inscrever, poderá também receber ofertas especiais ocasionais da nossa parte via e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir os seus dados a terceiros. Consulte a nossa Política de Privacidade aqui.