HomeFalso criador do Bitcoin usa documentos falsos em processo

Falso criador do Bitcoin usa documentos falsos em processo

Ao pesquisar por Satoshi Nakamoto, eventualmente damos de cara com Craig Wright, que se diz criador do Bitcoin. Porém, além de não conseguir provar que é o que diz ser, ele ainda está envolvido em vários processos e é uma persona non grata dentro do criptomercado.

Wright mais uma vez foi pego em uma mentira, pelo menos é o que diz o advogado Stephen Palley, que está em um processo contra Wright. As informações são do site Cointelegraph.

O autoproclamado criador do Bitcoin (BTC), Craig Wright, supostamente forneceu documentos judiciais falsos para provar que realmente tinha um acordo com David Kleiman.

Quem realizou a denúncia foi o advogado da parte reclamante em sua conta do Twitter no dia 3 de julho, logo após ter denunciado a situação à Corte.

De acordo com Palley, o auto-intitulado Satoshi Nakamoto não conseguiu provar que estava certo. Ele acabou apresentando documentos judiciais que Palley alega serem falsos, pois eles contêm várias discrepâncias cronológicas.

Entre as exposições apresentadas no Tribunal Distrital do Sul da Flórida em 3 de julho, há um documento apresentado como prova de cooperação entre Wright e o agora falecido David Kleiman, cujos advogados abriram o processo contra Wright em fevereiro de 2018.

Os advogados de Kleiman acusam Wright de roubar centenas de milhares de Bitcoins, que no momento da escrita desse artigo estavam avaliados em mais de $5 bilhões. Segundo a acusação, Wright aproveitou a morte de Kleiman em abril de 2013 para roubar os Bitcoins do colega.

Enquanto o documento de prova de colaboração era datado como sendo de 23 de outubro de 2012, os metadados do arquivo indicam que o documento foi criado após a morte de Kleiman, segundo o advogado. O documento aparentemente usa um aviso de direitos autorais de 2015 relacionado ao Calibri, a fonte do Microsoft Word, indicando que o documento não poderia ser anterior ao ano de 2015.

Após acusar Wright por forjar os documentos do tribunal, Palley escreveu no Twitter:

“Quero dizer, faz sentido que o inventor do Bitcoin possa viajar no tempo.  Meritíssimo!”

Essa não seria a primeira vez que Craig Wright falsifica documentos.

Veja também: Criptomoeda Libra pode aumentar o preço e adoção do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Etiquetas:

Assine o nosso boletim informativo exclusivo!

E-mails personalizados

Sem SPAM

Notícias sobre alt coins

Cancele a inscrição quando quiser

Depois de se inscrever, poderá também receber ofertas especiais ocasionais da nossa parte via e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir os seus dados a terceiros. Consulte a nossa Política de Privacidade aqui.