HomeExecutar um ataque 51% em uma criptomoeda custa apenas US$ 500

Executar um ataque 51% em uma criptomoeda custa apenas US$ 500

junho 2, 2018 By Diego Marques

Em 29 de maio, a Verge sofreu seu terceiro ataque em seis semanas. Graças à disponibilidade de poder hash, a orquestração de um ataque, que anteriormente exigiria semanas de planejamento meticuloso, pode ser executada em minutos.

51% dos ataques são mais baratos que nunca

O Crypto51.app é um site que rastreia o custo de lançar um ataque de 51% em uma criptomoeda. Calcula o custo de cada ataque moeda por uma hora, tempo durante o qual ele deve ser possível para confirmar a seis ou mais blocos e usar esta “janela” para transacionar gastos duplos antes de depositar essas criptomoedas numa exchange.

Na realidade, não há garantia de que um ataque de uma hora funcionará, já que isso seria detectado rapidamente e as exchanges seriam colocadas em alerta máximo para identificar quaisquer depósitos suspeitos.

No entanto, é certamente viável; o ataque de US $ 18 milhões ao Bitcoin Gold provou isso. A facilidade com que se pode orquestrar um ataque desse tipo depende de vários fatores que incluem seu algoritmo de hashing atual e o hashrate de sua rede. As moedas que usam o algoritmo equihash são particularmente suscetíveis ao Nicehash, cuja força computacional é colossal.

A Bytecoin pode ser atacada por apenas US $ 557

A Bytecoin tem uma capitalização de mercado de US $ 1 bilhão e é uma das 20 principais criptomoedas, mas pode sofrer um ataque de 51% por US $ 557 graças à sua escolha de algoritmo e baixo índice de aprovação.

A Bitcoin Private, pode ser atacada por US $ 778. Como o portal news.Bitcoin.com informou recentemente, “Uma equipe de altcoins PoW criou um script para monitorar constantemente o seu hashrate. No caso de um pico superior a 10%, eles serão notificados automaticamente. Se o hashrate recém-adicionado emana de um grupo desconhecido, ou corre o risco de ultrapassar os 50%, tem um monte de BTC na Nicehash para comprar o seu próprio poder de fogo para combater o ataque.”

Tradicionalmente, a Prova de Trabalho PoW tem sido considerada como um mecanismo de consenso mais seguro do que a Prova de Participação PoS. Essa afirmação só se confirma para moedas com um índice alto de hashrate, como Ethereum ou Bitcoin, moedas menores têm menos proteção.

Para qualquer um que considere um ataque de 51%, seja por razões financeiras ou ideológicas, o Crypto51.app facilita a tarefa e calcula o risco e a recompensa.

Fonte

Guia do Bitcoin