HomeExchange de criptomoeda Huobi está pronta para fechar em China

Exchange de criptomoeda Huobi está pronta para fechar em China

A Huobi, bolsa de criptomoedas com sede em Seychelles, está pretendendo dissolver a entidade Beijing Huobi Tianxia Network Technology que opera no mercado chinês

A mídia chinesa relatou que a exchange de criptomoedas Huobi está dissolvendo sua entidade em Pequim. Os acionistas da entidade de Pequim já concordaram em dissolver a empresa há cerca de uma semana. O edital enviado pelos públicos de interesse só ganhou manchete ontem, apesar de ter sido elaborado no dia 22 de julho.

A empresa Beijing Huobi Tianxia Network Technology possui cinco subsidiárias e um capital social equivalente a $1 milhão. Huobi se junta à Beijing Lekuda, fundada por Star Xu, que também atua como chefe da OKEx, a bolsa de criptomoedas sul-coreana, que entrou com pedido de dissolução no final de junho.

A jogada não terá nenhum impacto sobre os serviços de criptomoeda, já que a Huobi retirou sua bolsa do mercado chinês no final de 2017. Isso foi depois que o governo chinês proibiu a negociação em plataformas de criptomoeda. A China tem sido particularmente rigorosa na regulamentação da mineração de criptomoedas, bem como no comércio no país.

Nos últimos dois meses, as autoridades chinesas fecharam várias empresas de mineração em diferentes províncias e restringiram as atividades de outras empresas cripto. A onda começou com bancos e outras instituições financeiras sendo proibidas de oferecer serviços a empresas no setor de criptomoedas. As autoridades argumentaram que a criptomoeda teria um impacto negativo na economia do país. A onda então mudou para empresas de mineração de criptomoedas, desta vez as autoridades declararam que suas ações visavam proteger o meio ambiente, reduzindo as emissões.

Isso foi seguido pelo fechamento de muitas empresas de mineração, enquanto outras participavam de um êxodo para outras regiões. A BTC China, a mais antiga bolsa de criptomoedas da China, fechou no mês passado, citando o aumento da pressão regulatória do governo. Bishijie, uma comunidade de investimento em moeda digital e provedora de informações, também anunciou que estava fechando e interrompendo seus serviços de aplicativos e sites na China continental há cerca de quinze dias.

Um representante da empresa revelou que a entidade de Pequim não tinha visto muitas atividades de negócios, o que levou à saída. O aviso publicado no sistema empresarial nacional da China detalhou que a entidade de Pequim cancelará o registro em 45 dias. Huobi não divulgou nenhum detalhe específico em relação aos funcionários baseados na China. Um comunicado da empresa reafirmou as intenções da Huobi de alcançar outros mercados fora da região.

“Além de permitir que a Huobi atenda melhor às necessidades de seus muitos usuários internacionais, a Huobi acredita que, ao fazer isso, também aumentará sua capacidade de garantir a continuidade dos negócios em todo o mundo.”

A China, no entanto, continua sendo uma das nações líderes em termos de tecnologia de blockchain, apesar de sua postura rígida em relação às criptomoedas.

Etiquetas:
Aceita clientes dos EUA
Plataforma premiada de negociação de criptomoedas
Grande variedade de ativos de criptografia
Abra sua conta agora!

Usamos cookies para personalizar conteúdos e anúncios, fornecer recursos de mídia social e oferecer a você uma experiência melhor. Ao continuar navegando no site, ou clicando em "OK, obrigado", você aceita o uso de cookies.