HomeDash supera Ethereum e Zcash na lista do CRC

Dash supera Ethereum e Zcash na lista do CRC

janeiro 17, 2020 By Sabrina Martins

O mercado de criptoativos está sendo negociado com uma alta considerável. Semelhantemente, o Dash não para de crescer. O criptoativo já valorizou mais de 200% em 2020. Certamente essa valorização foi puxada pelo lançamento da plataforma Evolution.

Contudo, não é só por essa alta expressiva que o Dash está chamando atenção. O criptoativo recebeu uma classificação, do Crypto Rating Council, de menor possibilidade de ser um título de segurança.

O sistema do Crypto Rating Council é classificado de 1 a 5, do menor para o com maior chance de ser classificado como um título de segurança pela SEC. Na lista do CRC o Dash recebeu a classificação 1.

Além de ficar no mesmo patamar que o Bitcoin, Litecoin e Monero, o Dash conseguiu superar o ZCash, Ethereum Classic e Ethereum.

“As pontuações refletem uma análise independente do Crypto Rating Council, LLC e têm como objetivo ser uma ferramenta para ajudar os membros a avaliar e pesar fatores que podem ser relevantes para a classificação potencial de um ativo digital de acordo com as leis federais de valores mobiliários”.

Essa análise é importante para o Dash, pois ser considerado um título de segurança pela SEC atrapalharia a listagem da altcoin em muitas exchanges. Com a finalidade de não ter problemas com o órgão regulador, as corretoras seriam obrigadas a cumprir encargos regulatórios adicionais para listarem o criptoativo. Sem dúvida muitas plataformas dos Estados Unidos não listariam o Dash.

O CRC baseia sua estrutura analítica na lei relevante, incluindo o teste de Howey. Além disso, leva em consideração as declarações da equipe da SEC relacionadas a ativos digitais, incluindo a “Estrutura para contrato de investimento de ativos digitais”.

O CEO do Dash Core, Ryan Taylor, já havia comentado sobre o Dash ser considerado um título de segurança.

“Acho que temos uma força extraordinária argumento legal do motivo pelo qual o Dash não é uma segurança e acho que essa mensagem chegou”.

Taylor e Glenn Austin, CFO do Dash Core, conversaram pessoalmente com a SEC em Washington. Taylor descreveu o encontro como “uma investigação gigantesca”.

“Havia mesas de pessoas que nos estavam a apimentar com perguntas. Muitas delas, eu diria, que eram truques. Desde essa reunião, não recebi um único inquérito. Acredito que os objetivos de educar a SEC, respondendo às suas preocupações, foram atingidos neste momento”.

Taylor acredita que a questão já está resolvida e que a SEC não vê o Dash como um título de segurança.

Clique aqui para ler:Bitcoin: Preço pode explodir resistência dos US$9,000 em breve, saiba mais

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais: