HomeDash revela roteiro para Adoção em Massa

Dash revela roteiro para Adoção em Massa

julho 3, 2017 By Diego Marques

A Dash foi projetada como uma plataforma monetária escalável e amigável para a adoção em massa. Evan Duffield e Andy Freer da Dash Labs e Dash Core CTO, respectivamente, desenvolveram um roteiro para atingir esse objetivo e forneceram um resumo desse roteiro no Dash.org.

A capacidade do usuário aumentará em cada etapa do desenvolvimento. A Dash planeja duplicar o número de desenvolvedores em cada etapa.

A Dash é uma das criptografia que mais cresceram, tendo superado US$ 1 bilhão em capitalização de mercado nos últimos meses. A Dash foi a sétima maior cripto com um limite de mercado de US$ 1,345 bilhão, de acordo com coinmarketcap.com.

Os desenvolvedores usarão cada lançamento como uma estrutura para mais desenvolvimento. Existem várias novas tecnologias necessárias para criar essa experiência, o que fortalecerá a infraestrutura que suporta a rede para garantir que ela possa lidar com as cargas de transações e as necessidades de armazenamento de dados de um mercado de massa.

O Masternodes será testado usando “transições de estado”. O sistema fornecerá uma maneira matematicamente previsível para determinar a qualidade do serviço de masternode. Masternodes caindo abaixo de um limiar de atividade serão removidos da lista de masternode sob um novo sistema chamado “blocos de masternode”.

Um software chamado IPFS irá implantar DashDrive. O IPFS é um sistema de arquivos P2P que pode lidar com a maioria das operações de compartilhamento de rede, sincronização e redundância. DashDrive é um sistema de revestimento interno que contém objetos de usuário dentro da rede. Não há um sistema de exibição pública para o armazenamento de informações que não sejam do tipo Dash.

As operações de rede escalarão de forma a permitir um crescimento exponencial. Os requisitos de hardware do Masternode aumentarão para atender a mais usuários com maior funcionalidade.

A rede acabará por financiar a criação de hardware específico para o masternode, o que aumentará significativamente a taxa de transferência.

Os principais desenvolvedores concentraram-se na implantação do Dash 12.1, que vincula a base de código Dash existente com os futuros lançamentos da Evolution.

A equipe em breve abrirá uma grande quantidade de documentação privada para garantir a transparência completa.

A Dash também criou uma nova equipe que trabalhará em Hong Kong chamada Dash Labs para se concentrar no desenvolvimento de hardware. Dash Labs criará as primeiras versões de código aberto de diferentes tipos de hardware. O objetivo é manter a moeda digital transparente, minimizando as vantagens econômicas da tecnologia proprietária fechada e proprietária.

As ASIC avançadas e de código aberto removeriam a maioria das vantagens de ASICs desenvolvidas em particular, diminuindo a centralização da mineração como resultado.

Veja abaixo o roteiro da Dash:
DashPay Wallet Alpha, setembro de 2017
DashPay Evolution Wallet Testnet Release, novembro de 2017
DashCore 12.3 Release, dezembro de 2017
DashPay Evolution Wallet Livenet Release, fevereiro de 2018
13.0 – Evolution v1 – Mainnet, junho de 2018
14.0 – Evolution v2, data a ser determinada
15.0 – Evolution v3, data a determinar
16+ – data a determinar

Fonte: cryptocoinsnews.com

Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Tags:
Eos