HomeNova criptomoeda do Irã seria feita com base na Stellar Lumens

Nova criptomoeda do Irã seria feita com base na Stellar Lumens

fevereiro 16, 2019 By Matheus Henrique

A mais nova moeda do Irã, com lastro no ouro, chamada “Paymon” vai ser tecnicamente baseada na rede da Stellar Lumens (XLM), que tem um código base aberto. A moeda vai ser negociada apenas em “escritórios especiais de negociação.”  Novos detalhes surgiram e uma entrevista ao Sputnik feita com Hamid reza Shaabani, fundador da companhia de tecnologia na blockchain iraniana ArzDigita.

No começo do mês surgiram as primeiras notícias sobre a Paymon. Segundo informações, uma companhia chamada Ghoghnoos (Fênix) e quatro bancos nacionais estão cooperando com autoridades iranianas para desenvolver o sistema da Paymon.

O principal objetivo da Paymon é providenciar uma maneira para o Irã realizar negociações e contornar as sanções impostas pelos EUA. As sanções recentemente se tornaram mais agressivas sob o comando de Donald Trump, que quer renegociar um acordo dos EUA com o Irã feito pelo ex-presidente Obama.

Ao comentar sobre a potência realização do lastro em ouro, Shaabani disse que “O contrato com a Ghoghnoos estipula que os holders dos tokens poderão receber ouro, mas os detalhes sobre o procedimento ainda não estão claros”. Ele também disse que a criptomoeda vai ser negociada em exchanges especiais, acrescentando que “é provável que o ativo seja negociado nas maiores exchanges internacionais.”

Curiosamente, o Irã não é o primeiro país a usar criptomoedas com lastro em commodities para conseguir se recuperar de sanções impostas pelos EUA. A Venezuela recentemente fez o mesmo com a Petro, uma criptomoeda com lastro no petróleo produzido entro do país.

Veja também: Coinmama é hackeada e 450 mil usuários são afetados!

Tags: