HomeCorretora mais antiga do Reino Unido abandona o Ethereum

Corretora mais antiga do Reino Unido abandona o Ethereum

dezembro 17, 2019 By Soraia Barbosa

A Coinfloor, a corretora de criptomoedas mais antiga do Reino Unido, planeja abandonar o Ethereum no próximo mês. As principais causas são a incerteza sobre os próximos hardforks da rede e a necessidade de suporte técnico oneroso. As informações são do site Coindesk.

O Ethereum é a segunda maior moeda por capitalização de mercado do mundo, porém, ela vem perdendo bastante espaço e apoio nos últimos meses.

A empresa também vai retirar da sua lista o Bitcoin Cash, a criptomoeda forkada do Bitcoin que foi criada após uma divisão entre a comunidade do BTC. A partir do dia 3 de janeiro, a Coinfloor suportará apenas Bitcoin. Curiosamente, a data escolhida pela empresa é o aniversário de 11 anos do Bitcoin.

O plano vem antes do lançamento do Ethereum 2.0, provisoriamente planejado para o início de 2020, que iniciará o processo de trocar o algorítimo do Ethereum de prova de trabalho (PoW), que consome energia, para um sistema de prova de participação (PoS).

A decisão da Coinfloor sugere que alimentar uma equipe com a experiência específica para seguir os testes técnicos e as tribulações de moedas como o Ethereum pode ser muito caro para players menores de criptomoedas, principalmente se isso constituir apenas uma pequena parte do seu volume de negociação.

A partir do update que começa no próximo ano, a atualização da plataforma Ethereum “pode levar anos para ser concluída”, disse Obi Nwosu, fundador e CEO da Coinfloor. A complexidade da operação “significa que, por um período de tempo, pode haver duas versões do Ethereum em execução”.

 

Como comprar XRP no Brasil

 

De acordo com alguns desenvolvedores da criptomoeda, é provável que levem anos até que a antiga cadeia ethereum de PoW seja totalmente incorporada à nova rede PoS, levando a discussões atuais sobre maneiras de criar uma ponte segura entre as duas cadeias.

Isso fez com que a Coinfloor não sentisse segurança sobre o futuro do ETH. E ela não é a única, com até mesmo os traders acreditando que a maior das altcoins do mercado vai ter meses complicados no futuro próximo.

Fundada em 2013, a Coinfloor é uma pequena corretora, com volume de negociação de 24 horas em Bitcoin de apenas US$450.000, segundo o CoinMarketCap.

Na opinião de Nwosu, a dor de cabeça para acomodar as atualizações planejadas do Ethereum não valia um aumento diminuto no volume geral de negociações.

A Coinfloor é licenciada pela Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido (FCA) e tem acesso ao “Serviço de Pagamentos Mais Rápidos” do país para depósitos e saques instantâneos. Antes de listar a criptomoeda ETH, a empresa aguardou até que todas as questões de regulamentação estivessem claras.

As negociações no Ethereum compreendem uma pequena fração do volume da bolsa, que é predominantemente Bitcoin, disse Nwosu.

Considerações semelhantes informaram a decisão da Coinfloor de listar dinheiro em Bitcoin.

“Em termos de tração em comparação com o Bitcoin, o [Bitcoin Cash] passou de um terço do valor de mercado para um décimo do valor de mercado em relação ao ano passado. Por isso, estava sob um certo nível de apoio e interesse para gastarmos recursos para listá-lo ”, disse Nwosu.

Ao dobrar o Bitcoin, o Coinfloor também explorará novas possibilidades em áreas como empréstimos no próximo ano, disse Nwosu.

Veja também: 2 anos após a alta máxima – O que mudou no Bitcoin?

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Tags:
Nem