HomeCoinsource recebe licença oficial para operar caixas eletrônicos bitcoin em Nova York

Coinsource recebe licença oficial para operar caixas eletrônicos bitcoin em Nova York

A Coinsource, maior empresa de caixas eletrônicos de bitcoin do mundo, recebeu aprovação oficial para operar em Nova York. No ano passado, eles receberam cobertura no New Yorker. Desde então, têm sido noticiados com frequência sobre os novos caixas eletrônicos em todo o país.

Aos poucos, a empresa caminha em direção a 200 máquinas, a maioria das quais são ATMs bidirecionais – o que significa que os usuários podem comprar e vender bitcoins por meio delas. Os caixas eletrônicos suportam transações de US$ 5 a um limite de US$ 5 mil por dia.

BitLicense

A Coinsource acredita que os caixas eletrônicos de bitcoin do mundo real são importantes para a adoção generalizada da criptomoeda. De acordo com um porta-voz externo, os regulamentos valem a espera, pois eles “legitimam” as coisas. Falando de sua BitLicense sendo concedida:

“A Coinsource opera com uma licença provisória dentro desse Estado, portanto, a aprovação da licença não altera necessariamente o serviço, porém legitima a empresa como um todo. Esse marco demonstra para as outras empresas de criptomoeda e para o público em geral que, se você permanecer em conformidade e cumprir as regras, será recompensado.”

O CEO da Coinsource, Sheffield Clark, acrescentou em um comunicado:

“Desde o início, o nosso objetivo era fornecer a milhões de americanos uma maneira confiável e conveniente de comprar criptomoeda. Bitcoin não é uma moeda marginal como era vista antes. Agora, em 2018, está sendo cada vez mais adotada. Hoje, com a emissão da licença de troca de moeda virtual para uma operadora da BTM, a indústria de bitcoin dá mais um passo em direção à adoção pública.”

Coinsource é o primeiro e único operador de caixa eletrônico bitcoin a receber uma BitLicense completa. Como Nova York é o centro de finanças nos Estados Unidos, ela apresenta uma importante oportunidade para expandir a base de usuários do bitcoin e, posteriormente, outras criptomoedas.

BitLicense é fonte frequente de preocupações

Se a regulamentação terá ou não um impacto positivo ou negativo sobre as empresas de bitcoin, ainda não se sabe. A regulamentação, em geral, pode ter impactos positivos e negativos sobre a inovação, mas no caso da BitLicense, pode-se argumentar que ela desestimula as empresas a operarem em criptomoedas.

Isso porque a BitLicense tem sido um assunto intenso de debate e preocupação desde que foi proposta pela primeira vez. Várias exchanges e outros prestadores de serviços de bitcoin não funcionam mais no Estado de Nova York como resultado do esquema de licenciamento, que muitos acreditam que abre a porta para o favoritismo e a escolha de vencedores, entre outros problemas.

Guia do Bitcoin

Etiquetas:

Assine o nosso boletim informativo exclusivo!

E-mails personalizados

Sem SPAM

Notícias sobre alt coins

Cancele a inscrição quando quiser

Após a inscrição, de vez em quando, você também poderá receber nossas ofertas especiais por e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir seus dados a terceiros. Consulte a nossa Política de Privacidade aqui.