HomeCitigroup: “Ameaça causada pelo Bitcoin vai dar origem a criptomoeda estatal”

Citigroup: “Ameaça causada pelo Bitcoin vai dar origem a criptomoeda estatal”

O CEO do Citigroup, Michael Corbat, tirou sua bola de cristal do bolso e fez uma previsão de que moedas digitais criadas pelo estado surgirão ante a ameaça representada pelo bitcoin.

Em uma entrevista para a Bloomberg num evento em Nova York, Corbat disse que as criptomoedas representam uma “ameaça bastante real” para o sistema financeiro. Ele continuou dizendo que:

“É provável que vamos ver os governos criarem, não criptomoedas – acho que a criptomoeda é um “monstro complicado” – mas sim uma moeda digital.”

Apesar de não apoiar as criptomoedas, Corbat defendeu a blockchain e disse que, “tem potencial” e não deve ser descartada.

O Citi já está explorando sua própria criptomoeda, chamada citicoin, que visa melhorar as transações cambiais transfronteiriças. O grupo financeiro também está  trabalhando com a Nasdaq no uso da tecnologia blockchain para negociações de ações privadas.

Os comentários de Corbat ocorrem logo que o CEO da Goldman Sachs, Lloyd Blankfein, disse que não está “confortável” com bitcoin, mas aberto ao seu potencial.

Os governos criando ou não suas próprias moedas digitais, não vai fazer muita diferença, o bitcoin tem se mostrado forte e é apenas um “monstro” que está crescendo e aterrorizando muita gente.

Guia do Bitcoin

É importante se manter informado todos os dias, siga nossos canais oficiais:

Telegram: https://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: https://guiadobitcoin.com.br/feed/

Etiquetas:

Assine o nosso boletim informativo exclusivo!

E-mails personalizados

Sem SPAM

Notícias sobre alt coins

Cancele a inscrição quando quiser

Depois de se inscrever, poderá também receber ofertas especiais ocasionais da nossa parte via e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir os seus dados a terceiros. Consulte a nossa Política de Privacidade aqui.