HomeChina intensificará repressão às operações de mineração de criptomoedas

China intensificará repressão às operações de mineração de criptomoedas

Huobi e BTC.TOP disseram que suspenderão os serviços em reação à repressão, mesmo que o Bitcoin permaneça abaixo de $40 mil.

Os mineradores de Bitcoin foram prejudicados por causa dos esforços renovados do governo chinês para reprimir as empresas de mineração de criptomoedas no país.

De acordo com a Reuters, os mineradores de criptomoedas Huobi, HashCow e BTC.TOP anunciaram medidas como reação à ação de Pequim.

Os planos para um ataque à mineração e negociação de Bitcoin no país vieram à tona em um anúncio feito por um comitê do Conselho de Estado. A resolução do gabinete, sob a liderança do vice-premiê chinês Liu He, revelou que o escrutínio regulatório visa a mineração de moedas virtuais como uma forma de impedir riscos financeiros.

Alguns grandes mineradores suspendem operações na China continental

Após a notícia, pelo menos uma grande exchange de criptomoedas e duas empresas de mineração anunciaram que estavam suspendendo serviços de mineração e/ou negociação na China continental.

A Huobi anunciou na segunda-feira, 24 de maio, que havia suspendido tanto os serviços de mineração de criptomoedas quanto os serviços de negociação oferecidos a novos clientes. A empresa disse que, em vez disso, se concentraria em seus serviços no exterior.

O pool de mineração de bitcoin BTC.TOP também interrompeu suas operações na China, com a empresa citando crescentes preocupações regulatórias como a razão por trás da decisão. Enquanto isso, a HashCow anunciou que não investirá em novas plataformas de mineração BTC.

A China não é mais o principal destino mundial de negociação de criptomoedas, graças à proibição do país em 2017. Agora é provável que “perca o poder de computação cripto para os mercados estrangeiros também“, disse o fundador do BTC.TOP, Jiang Zhuoer.

O preço do Bitcoin foi impactado?

Não é a primeira vez que notícias que vem da China afetam o preço do Bitcoin. A última queda para o Bitcoin incluiu um dump que coincidiu com a notícia de que a China havia pedido às instituições para não fazer negócios com empresas de criptomoedas.

No domingo, o par de moedas BTC/USD caiu quase 17% para cair perto de $30 mil. Embora o preço tenha se recuperado ligeiramente para negociar cerca de 5% no verde a partir da escrita, ele permanece vulnerável a novas perdas, dado que os touros têm lutado para quebrar a resistência acima de $40.000 em várias ocasiões.

O par BTC/USD atualmente é negociado em torno de $36.370. O Ethereum, que também caiu para mínimas de $1.900, está sendo negociado acima de $2.200 conforme os compradores procuram estabilizar-se.  Apesar do salto, o Bitcoin permanece 43% fora de seu pico histórico, enquanto o ETH está cerca de 47% abaixo de seu máximo de todos os tempos.

Etiquetas:
Aceita clientes dos EUA
Plataforma premiada de negociação de criptomoedas
Grande variedade de ativos de criptografia
Abra sua conta agora!