HomeBitstamp, Coinbase, itBit e Kraken na mira do governo dos Estados Unidos

Bitstamp, Coinbase, itBit e Kraken na mira do governo dos Estados Unidos

junho 12, 2018 By Fernando Américo

A Comissão de Comércio de Futuros e Commodities dos Estados Unidos (CFTC, na sigla em inglês) submeteu quatro bolsas de criptomoedas em uma tentativa de obter seus dados de negociação como parte de uma investigação sobre manipulação de mercado.

De acordo com um relatório do The Wall Street Journal na sexta-feira, o regulador do mercado financeiro está exigindo dados de negociação abrangentes da Bitstamp, Coinbase, itBit e Kraken, que servem como base para o preço futuro do bitcoin listado pelo CME Group.

Citando fontes familiarizadas com o assunto, o WSJ disse que a intimação foi emitida porque a CFTC estava “chateada” pelo fato de a CME não ter conseguido negociar com as bolsas o acesso a seus dados de negociação.

As bolsas rejeitaram inicialmente o pedido, chamando-o de “intrusivo”, de acordo com o relatório. Embora as exchanges no final tenham apresentado alguns dados de negociação, sua conformidade só veio depois que a CME havia se comprometido, limitando o alcance de seu acesso de uma atividade de um dia inteiro a apenas algumas horas e a participantes limitados do mercado.

De acordo com o relatório, o fracasso incomodou a CFTC, que supervisiona a CME e deu a luz verde em dezembro de 2017 para listar futuros de bitcoin.

“Todas as bolsas participantes devem compartilhar informações, incluindo cooperação com investigações”, disse uma porta-voz da CME no relatório.

A notícia da investigação surgiu pela primeira vez em 24 de maio, indicando que o Departamento de Justiça dos EUA havia lançado uma investigação sobre práticas comerciais ilícitas no mercado de criptomoedas em conjunto com a CFTC.

De acordo com o relatório, as agências do governo estão investigando os comerciantes que podem ter influenciado o mercado de bitcoins através de táticas antigas, como o envio de um grande número de pedidos falsos.