HomeBitMEX acidentalmente divulga e-mail de seus usuários

BitMEX acidentalmente divulga e-mail de seus usuários

novembro 1, 2019 By Matheus Henrique

A popular plataforma de negociação de margens, BitMEX, vazou acidentalmente endereços de e-mail de usuários ontem após esquecer de utilizar o recurso “Cópia Carbonada Oculta” (Cco), que permitiu a todos os destinatários do e-mail ver os endereços de e-mail de outros usuários.

As notícias são do site CCN.

O erro gravíssimo foi revelado por um usuário pseudônimo do Twitter chamado “@sakuraricebird”.

https://twitter.com/sakuraricebird/status/1190167326898806784

Esse vazamento de dados – que foi reconhecido pela exchange em uma postagem recente no blog – provocou indignação na comunidade de criptomoedas (justamente).

Jake Chervinsky, um advogado proeminente que se concentra principalmente em criptomoedas, explicou em um tweet que esse evento ocorreu maneira mais escandalosa e incompetente imaginável.

“A BitMEX acabou de enganar seus usuários da maneira mais absurdamente incompetente possível: esquecer de usar cópia oculta em e-mail em massa”, explicou ele.

Esse vazamento de dados pode marcar uma violação dos Regulamentos Gerais de Proteção de Dados (GDPR) na União Europeia, o que pode sujeitar a corretora a regulamentações mais rigorosas ou, possivelmente, até a sanções fiscais.

Mas esse não foi o único problema. Enquanto esse problema ganhava mais tração nas menções das redes sociais, o Twitter da BitMEX também foi hackeado. O grupo por trás do ataque iniciou uma campanha de FUD contra a exchange.

 

Veja como comprar Ethereum no Brasil

 

Primeiro eles postaram mensagens dizendo que a corretora tinha sido hackeada. Posteriormente disseram para os usuários correrem para retirar seus Bitcoins.

Esses eventos fizeram com que várias notícias de que a plataforma iria bloquear saques se espalhassem por todo o criptomercado. Essas informações já foram negadas.

Esse evento também vem após as notícias sobre a Comissão de Comércio de Mercadorias e Futuros dos EUA (CFTC), que está investigando a negociação em relação às transações com clientes, e parece que a plataforma pode estar violando várias regras relacionadas à negociação de moedas digitais nos Estados Unidos Unidos.

A controvérsia em torno da popular exchange não termina aqui, já que ela também enfrenta acusações generalizadas de que a sua mesa de operações negocia contra seus próprios clientes, em um esforço para aumentar sua lucratividade.

Naturalmente, isso alimentou uma quantidade significativa de medo entre os comerciantes da plataforma. O grande problema está em os usuários tentarem retirar todos os seus fundos da corretora.

Essa “corrida aos bancos”, pode causar problemas de insolvência na plataforma, o que acaba aumentando a atual bola de neve e prejudicando ainda mais os negociadores.

No mais, fica a velha dica do mercado: Exchange não é carteira!

Veja também: Mesmo após alta, XRP continua dando sinais de queda

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais: