Bitcoin falha no nível de US$10 mil, mercado acompanha queda

0 Comentários

Durante o último final de semana o Bitcoin atingiu o valor de US$10.000 pela primeira vez no ano. O nível estava sendo visto como uma importante barreira psicológica para o mercado. Ao ultrapassar a casa dos 5 dígitos, muitos investidores ficaram animados com a possibilidade de um novo recorde no seu valor. Porém, a moeda não conseguiu se manter e está em retração desde o começo dessa segunda-feira.

A maior criptomoeda do mercado encontrou resistência logo acima do nível de US$10.000, alcançando o valor mais alto de US$10.194, antes de sofrer uma forte rejeição nesse nível e começar uma correção. Curiosamente, vimos uma movimentação muito parecida em setembro de 2019, onde o BTC, após ter falhado no nível de resistência acima dos US$10.000 seguiu o mês com uma queda de 14%.

Atualmente o Bitcoin está operando por volta de US$9.884, uma queda de 2,45% em relação às últimas 24h. A queda está sendo interrompida sempre no nível de US$9.787, demonstrando uma rede de segurança com os compradores nesse nível.

Não se sabe ainda o que fez o Bitcoin falhar no nível de resistência de US$10.000, mas essas movimentações provavelmente vão continuar nos próximos dias, com esse nível sendo testado novamente.

 

Comprar Ethereum no Brasil – Método Fácil

 

Também veremos novos níveis de suporte sendo visitados, com alguns acreditando que podemos ver o BTC alcançar o valor de US$9.500. Outros dados importantes mostram que a criptomoeda está supervalorizada no índice de força relativa (RSI) de 14 dias, que acabou de cruzar a marca de 70. Ativos são considerados supervalorizados de se o RIS passar de 70. Esses fatores sugerem uma possível retração ainda maior do que estamos vendo até o momento.

Confira mais sobre a ação de preço do Bitcoin na nossa Análise de Preço do Bitcoin Hoje! Por enquanto, é preciso ficar de olho nas tentativas do mercado de quebrar a faixa de negociação entre US$8.000 e US$10.000, ditando a possível tendência para o futuro.

O resto do criptomercado acompanhou a movimentação do Bitcoin, principalmente o Ethereum e XRP, com movimentações muito parecidas. De forma geral, o top 20 foi dominado por uma onda de quedas, com algumas exceções, como a Binance Coin, valorizando acima de 5% e a Huobi Token, com ganhos de mais de 15%.

Um dos destaques fica por conta da OKB, que no momento da escrita desse artigo apresentava uma valorização de mais de 40%.

Veja também: Coronavírus pode levar o preço do Bitcoin para US$6.800

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

 

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.