HomeBitcoin está se tornando um escravo do S&P 500?

Bitcoin está se tornando um escravo do S&P 500?

Como mostram os paralelos contínuos entre o desempenho do Bitcoin e o índice de ações da S&P, vamos dar uma olhada mais de perto para descobrir o que poderia conectar esses dois mercados.

Por que à compra e venda de um afeta o outro?

O S&P 500 é um índice do mercado de ações que acompanha a capitalização de mercado de todas as empresas registradas. Ao registrar os riscos e retornos de grandes empresas, o S&P representa o desempenho geral do mercado de ações.

O Bitcoin mostrou algumas tendências de correlação menos óbvias com o S&P 500 no passado, mas durante a recente crise do COVID-19, esses paralelos se tornaram muito mais claros e consistentes.

A razão mais provável para isso é que, à medida que bilhões de dólares desaparecem em diferentes mercados, as pessoas começam a vender tudo o que podem para cobrir perdas, incluindo o BTC. Portanto, os investidores podem acreditar que o Bitcoin não é mais o porto seguro que eles esperavam.

Na realidade, o desastre no início apenas incentivará uma venda e muitos economistas agora acreditam que quando os mercados começarem a se recuperar, o Bitcoin também se recuperará e será mais forte do que nunca. Ainda é um período bastante desestabilizador para aqueles que já investiram pesadamente na criptomoeda original e, embora a relação entre o preço do BTC e o índice S&P 500 continue, um colapso repentino das ações provavelmente também teria um sério impacto sobre esse ativo digital .

Se os principais promotores financeiros tivessem mais confiança no Bitcoin e se comportassem de maneira mais otimista, mantendo a moeda, esse aparente vínculo entre os mercados poderia ser quebrado. No entanto, infelizmente, embora o Bitcoin seja descentralizado e tenha oferta limitada, muitos ainda o percebem como um ativo de alto risco e começam a liquidar seus investimentos, enquanto as economias globais continuam sofrendo.

Poderia ser bastante preocupante ver a queda do preço do Bitcoin no curto prazo, mas isso criaria um mercado ideal para compradores. Mesmo os ursos não poderiam ter previsto o recente colapso do Bitcoin, mas esse evento de “black swan” revela outro fator bastante importante, a saber: o Bitcoin definitivamente conquistou grande interesse das grandes instituições financeiras nos últimos dois anos.

Muitas dessas “whales” (baleias), que não tinham interesse na filosofia ou missão por trás do Bitcoin, provavelmente teriam deixado o navio ao primeiro sinal de dificuldade, mas aqueles mais informados entendem que essa volatilidade a curto prazo é temporária. Os fundamentos dessa moeda revolucionária permanecem os mesmos.

Entusiastas de criptomoeda, que acreditam que o Bitcoin é a melhor forma de moeda que o mundo já viu, acreditam que essa correlação com a S&P é simplesmente indicativa do pânico de curto prazo causado pela recente pandemia de coronavírus. Esses investidores olham para o longo prazo e, em tais cenários, esperam grandes aumentos no preço do Bitcoin assim que a atual crise diminuir.

Tags:
Eua