HomeBitcoin e Blockchain nas eleições presidenciais de 2020

Bitcoin e Blockchain nas eleições presidenciais de 2020

novembro 18, 2019 By Sabrina Martins

Criptomoeda e sua tecnologia subjacente podem ser um dos assuntos das próximas eleições presidenciais de 2020 nos Estados Unidos. Enquanto o atual presidente, Donald Trump, mostra total descrença nos criptoativos, o candidato do partido democrata, Andrew Yang, tem mostrado mais interesse dobre o assunto a cada dia. Desta vez, Yang explicou como planeja regular as criptomoedas.

O presidenciável expressou em um post que o governo precisa de uma visão de futuro sobre os últimos desenvolvimentos para que possa a regular de forma adequada. Yang disse que as criptomoedas são áreas em que os reguladores se mostram cegos, o que cria um mercado diverso e não regulamentado.

“As criptomoedas estão vendo níveis de fraude por causa da falta de regulamentação. Outros países, que estão à nossa frente em matéria de regulamentação, estão liderando este novo mercado e ditando as regras que precisaremos seguir assim que alcançarmos”.

Yang mostrou preocupação com a falta de regulamentação nacional para as criptomoedas. Ele disse que a navegação em diferentes regulamentações teve um efeito “assustador” no mercado de ativos digitais dos EUA. Yang também manifestou sua opinião sobre a BitLicense de Nova York a chamando de regulação “onerosa”.

Especialmente, para fornecer clareza sobre os regulamentos das criptomoedas, Yang planeja definir o que é um token e quando ele é um security; definir quais agências federais têm poder regulador sobre criptoativos; fornecer proteção ao consumidor; e esclarecer as implicações fiscais de possuir, vender e negociar moedas digitais.

Veja como comprar Ripple no Brasil

Yang é um defensor da tecnologia blockchain. Anteriormente, ele disse que desejava modernizar a votação dos EUA através do blockchain. Segundo Yang isso faria com que o processo de votação fosse mais rápido, pois evitaria filas, além de não ter vulnerabilidade a hackers. Yang ainda acredita que isso trará mais participações para as eleições.

“É ridículo que em 2020 ainda estamos na fila por horas para votar em cabines de votação antiquadas. É 100% tecnicamente possível ter votação à prova de fraude em nossos telefones celulares hoje usando o blockchain. Isso revolucionaria a verdadeira democracia e aumentaria a participação para incluir todos os americanos — aqueles sem smartphones poderiam usar o sistema legado e as linhas seriam muito curtas”.

Andrew Yang acredita na tecnologia de modo geral e que ela deve ser regulada para que a população não tenha danos futuros.

“É certo adotar a tecnologia e todas as conveniências e vantagens que acompanham seu avanço, mas não podemos fazê-lo à custa de nossa humanidade. No cerne do uso de nossa tecnologia, precisa estar nosso bem-estar e o das gerações futuras. Devemos a nós mesmos buscar um novo caminho a seguir nesta era de tecnologia, enquanto ainda podemos”.

Clique aqui para ler: Bitcoin: 6 coisas que você precisa saber antes de comprar

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Tags: