Bitcoin: Descubra o culpado e o lado bom dessa baixa

0 Comentários

O preço do bitcoin foi duramente atingido na semana passada depois de uma desvalorização que atingiu todos os ativos do mundo, até o ouro sofreu desvalorização. 

Agora surgem diversas teorias que tentam explicar por que a primeira criptomoeda sofreu um impacto tão forte da desvalorização que atingiu o sistema financeiro tradicional.

Alguns analistas, relatam que o motivo pela forte desvalorização do preço do Bitcoin e que também afetou o mercado de ações no mundo todo foi a grande incerteza causada pelo coronavírus. 

Mas há quem acredite que os responsáveis pela recente desvalorização do preço do Bitcoin tenha sido os golpistas da PlusToken que despejaram grandes quantias de Bitcoin roubado, ocasionando um grande volume de venda.

Não podemos descartar nenhuma dessas hipóteses, mas agora passada a turbulência novos dados sugerem que os investidores institucionais podem ser os verdadeiros responsáveis pela recente baixa do mercado de criptomoedas.

Vale destacar que para muitos, os investidores institucionais são vistos como aqueles que vão comprar grandes somas de Bitcoin e isso ocasionará uma super alta do preço do Bitcoin. Mas segundo um relatório recentemente divulgado pela Chainalysis, nós que acreditamos nisso estamos muito enganados.

A culpa é do Investidores Institucionais

No relatório divulgado dias atrás pela Chainalysis, a empresa destaca que os investidores institucionais foram responsáveis ​​pela disparada do volume de venda no mercado de criptomoedas, o que resultou na forte desvalorização que atingiu o preço das criptomoedas especificamente o preço do Bitcoin.

O relatório da Chainalysis revela que, apesar de os traders comuns terem enviados parte de seus Bitcoin para as casas de câmbio, foram os investidores institucionais que transferiram entre 10 e 1000 BTCs que contribuíram para cerca de 70% do total dos Bitcoins enviado para as exchanges.

Segundo a Chainalysis as transferências de criptomoedas para as exchanges começaram entre 9 de março e 16 de março, e conforme as vendas aumentavam, as exchanges receberam cerca de 1,1 milhão de Bitcoin. 

No dia 13 de março, exatamente o dia em que o Bitcoin desvalorizou mais de 30%, 319.000 Bitcoins foram transferidos para as exchanges.

De acordo com o relatório da Chainalysis, normalmente apenas 52.000 Bitcoins são negociados nas exchanges. Mas entre os dias 12 e 13 de março, 475.000 BTC a mais que a média foram enviados para as exchanges, isso mostra um aumento de 9x. Foi justamente isso que ocasionou a forte desvalorização no preço da principal criptomoeda.

Holders Fiéis

Atualmente, as exchanges registram o dobro dos BTCs enviado diariamente, isso demonstra que o volume de venda do Bitcoin diminuiu significativamente. Vale destacar que, o preço do Bitcoin tem se mantido estável nos últimos dias.

Outro dado extremamente importante revelado pelo relatório da Chainalysis o Bitcoin “extra” que foi enviado para as exchanges na semana passada representa apenas 5% de todo o Bitcoin disponível no mercado. O lado bom que isso significa é que a grande maioria dos “investidores que compraram Bitcoin, não venderam suas criptomoedas”.

O que vimos foi que aqueles que achávamos que poderia ser o estopim para a alta do Bitcoin, os investidores institucionais, na verdade na primeira baixa entraram em pânico vendendo seus Bitcoins, mas os entusiastas “raiz” estão firmes em sua estratégia rumo à lua. 

Portanto se você está indeciso sobre o que deve fazer em meio a essa desvalorização. Nossa dica é: Compre quando todos estão vendendo, venda quando todos estão comprando.

Deixe sua opinião nos comentários abaixo. Conte pra gente. Você acredita que o Bitcoin pode ser a salvação para um sistema financeiro totalmente centralizado e controlado pelos grandes Bancos Centrais?

Fonte: Bloomberg

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.