HomeBitcoin tem alta de US$500, manipulação da Tether?

Bitcoin tem alta de US$500, manipulação da Tether?

O Bitcoin (BTC) saltou para US$7.770 em questão de minutos antes da abertura do mercado nos EUA. Embora a moeda tenha recuado para US $ 7.555 pouco tempo depois, ela ainda está acima dos US$7.200 do começo do dia. A alta foi de cerca de US$500 dólares em uma janela bem curta.

Como é de se esperar, todas as principais altcoins seguiram a liderança do Bitcoin e a maioria do top 20 também entrou em um momento de recuperação.

Porém, muitos observadores do criptomercado não acreditam que essa foi uma recuperação completamente natural do mercado, movida pela pressão de compra dos níveis de suporte.

Muitos desconfiam que houve uma rápida manipulação do mercado.

Como notado pelo BeInCrypto, mais de US$84 milhões da controversa stablecoin Tether (USDT) acabou de ser transferido para a OKEx, uma corretora de criptomoedas de Malta.

Com alguns comentaristas alegando que o USDT está sendo usado para sustentar artificialmente o preço do Bitcoin, os fundos que chegam hoje à plataforma de negociação podem ter sido parcialmente responsáveis pelo mais recente aumento de preço.

Conforme relatado hoje pela conta de análise de blockchain do Twitter Whale Alert (@whale_alert), duas grandes transações de Tether (USDT) acabam de chegar à OKEx, que é uma das corretoras com maior volume de transação.

As transações, de mais de US$14 milhões e US$70 milhões cada, foram transferidas de duas carteiras TRON desconhecidas diferentes para a plataforma de negociação.

 

Como comprar Bitcoin no Brasil?

 

No final de outubro, milhões de dólares em USDT recém criados foram retirados do chamado Tether Treasury. Isso foi feito logo após uma dramática liquidação que levou o preço a US$7.400, apoiando os argumentos dos traders de que o USDT está sendo usado para sustentar artificialmente o preço do Bitcoin.

O Tether e sua corretora afiliada Bitfinex têm sido objeto de muita controvérsia no setor de criptomoedas.

As empresas enfrentaram processos e críticas de pesquisadores sobre suas alegações de que cada USDT é lastreado por um dólar americano real em uma conta bancária. Algo que já foi desmentido pelo conselheiro geral da empresa.

Acordos bancários questionáveis e a relutância de ambas as empresas a se submeterem a uma auditoria adequada acabaram fazendo com que todo o ceticismo aumentasse.

Pesquisas recentes afirmam que a emissão do USDT foi responsável por altas de preços no mercado de Bitcoin. Os pesquisadores responsáveis pelo relatório do TokenAnalyst identificaram que mais de dois terços dos pumps de preço do Bitcoin coincidiram com a nova emissão do USDT.

Tether e Bitfinex disseram que a pesquisa não é mais do que um esforço para adicionar combustível ao caso em andamento do procurador-geral de Nova York contra as empresas.

A Bitfinex e a Tether apontaram seus esforços para fornecer transparência à emissão da Tether e declararam que o relatório é “um artigo não publicado e não revisado por pares” e, portanto, não pode provar as alegações de manipulação de mercado contra as empresas.

Veja também: Vulnerabilidade do Android coloca carteiras de cripto em risco

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Etiquetas:

Assine o nosso boletim informativo exclusivo!

E-mails personalizados

Sem SPAM

Notícias sobre alt coins

Cancele a inscrição quando quiser

Depois de se inscrever, poderá também receber ofertas especiais ocasionais da nossa parte via e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir os seus dados a terceiros. Consulte a nossa Política de Privacidade aqui.