HomeBinance adicionará novos pares ao USDC – XRP e XLM estão inclusos

Binance adicionará novos pares ao USDC – XRP e XLM estão inclusos

dezembro 14, 2018 By Matheus Henrique

O Binance, uma das maiores exchanges de criptomoeda do mercado mundial, anunciou nesta sexta-feira que irá acrescentar algumas moedas pareadas com o dólar americano e vai mover as duas moedas pareadas com o USDC para um mercado combinado de stablecoins chamado USDⓈ. A Ripple (XRP) e a Stellar (XLM) passarão a ter pares com a moeda USD, além de já possuírem pareamento com stablecoins existentes.

A ação envolve o cancelamento de todas as trades da Exchange que existem nos atuais mercado do USDC, BTC/USDC e USDC/BNB, no momento da mudança. Isso vai praticamente limpar o mercado e criar um novo do zero para as stablecoins.

Os pares que serão criados com o USDC são: BNB, BTC, ETH, XRP, EOS, XLM e USDT. Todas essas agora serão acessadas através da aba USDⓈ na Exchange. Ou seja, esses pares não vão mais estar na Exchange de criptomoedas regular na Binance. Lembrando que a Binance é especializada no trading de BTC e ETH.

A Binance também lançou um aviso sobre transferências existentes nos mercados tangenciais:

“Atenção: A trading existente de pares USDC/BNB e USDC/BTC vai ser removida e desalistada às 3:00AM (UTC) do dia 16/12/2019. Todas as ordens de transferência nos livros vão ser canceladas no momento”.

Os novos mercados já estavam sendo mostrados na plataforma, porém, não estavam operacionais.

Nova representação para o Ripple e Stellar

O XRP e o XLM, Ripple e Stellar respectivamente, já eram listadas com pares no PAX, UST e TrueUSD. Agora elas terão mais um par, o USDC. Apesar de ser interessante o fato de elas fazerem parte da transação em USDC da Binance, o mais legal é que a exchange está dando o mesmo valor para as duas moedas, que até o momento possuem tamanhos bem diferentes no mercado de capitalização e preço.

O XRP e o XLM são bem parecidos em tecnologia, mas possuem uma filosofia diferente. Enquanto o Ripple é mais focado em transações entre instituições, o XLM prefere uma ação mais peer-to-peer.

Veja também: Ripple faz parceria com gigante Árabe de transações internacionais

Tags: