Atlas Quantum realiza demissão em massa às vésperas do pagamento dos salários

0 Comentários

A Atlas Quantum, outrora uma das empresas mais conceituadas em relação ao criptomercado no Brasil, continua mostrando os sinais de que a estrutura da companhia vai de mal a pior. Após uma série de problemas que duram meses e que estão prejudicando milhares de investidores, a Atlas agora deu um duro golpe contra os seus funcionários.

Rodrigo Marques, que recentemente anunciou um plano de recuperação para a Atlas, hoje demitiu mais de 100 funcionários da empresa. As informações são do site Portal do Bitcoin.

De acordo com o site, o CEO da Atlas fez uma reunião com os cerca de 150 funcionários que ainda eram contratados da empresa na manhã desta quinta-feira (28). A Atlas recentemente tinha demitido outros funcionários, já que as condições financeiras da empresa não iam nada bem. Até mesmo alguns andares do prédio estavam sendo esvaziados por falta de pessoal.

Durante essa convocação, cerca de 100 pessoas foram demitidas. O pior é que isso aconteceu exatamente um dia antes do pagamento dos salários. Segundo as fontes do Portal do Bitcoin, após a demissão em massa, Rodrigo Marques apenas se virou e voltou a se trancar no escritório.

Sob condição de anonimato, uma das funcionárias que foi demitida disse ao Portal do Bitcoin que todos os funcionários já estavam apreensivos.

“Estava um clima muito estranho e nos mobilizamos para cobrar um posicionamento, e ele saiu da sala pra fazer um discurso.”

De acordo com os relatos, Rodrigo Marques disse:

“Em prol do crescimento da empresa, teremos que fazer um corte agressivo. Para que possamos nos reestruturar financeiramente e adquirir novos investidores para retomarmos o que era antes.”

O site apurou a veracidade das informações e, de acordo com a assessoria de imprensa da Atlas Quantum, a demissão em massa realmente aconteceu e agora restam apenas 55 pessoas na equipe.

“As áreas de investimento e tecnologia, essenciais para a estratégia de reestruturação, foram as menos impactadas”, disse a empresa em nota.

 

Como comprar Bitcoin no Brasil

 

Além disso, a empresa afirmou que todos os processos em andamento (resgate em reais e recompra) serão mantidos de acordo com as promessas e compromissos feitos.

Situação preocupante também na 3xBit

Outra empresa que antes tinha a confiança dos investidores é a 3xBit, corretora de criptomoedas que trabalhava com a negociação dos ativos e também tinha um sistema de leasing, onde os usuários depositavam Bitcoins e ganhavam juros em cima do valor depositado.

Porém, a 3xBit deixou de pagar os lucros desses clientes e até agora não foi capaz de normalizar a situação.

Com os atrasos, não demorou para que a exchange tivesse cada vez mais reclamações e os problemas financeiros começassem a ficar escancarados.

Apesar do pronunciamento do CEO da corretora, afirmando que a situação logo seria resolvida, os clientes continuam sem receber os valores travados.

A 3xBit chegou até a ser despejada por falta de pagamento de aluguel do prédio comercial em que ficava, apesar da administração informar que apenas estavam reestruturando a empresa e indo para um local menor.

Por fim, clientes das duas empresas continuam sem receber e a situação parece ficar mais complicada a cada novo dia.

Veja também: “Corrida aos Bancos” da China prova a necessidade do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.