Home37 altcoins que superaram o Bitcoin em 2019

37 altcoins que superaram o Bitcoin em 2019

imagem com icones de diversas altcoins

O primeiro trimestre do ano está quase no fim e, com isso, a maioria das empresas de capital aberto está permitindo que os investidores analisem seus resultados. Da mesma forma, é um ótimo momento para fazer uma pausa e rever como as principais criptomoedas se comportaram nos últimos 3 meses. Com o preço do BTC como referência iremos analisar o crescimento de 37 altcoins que superaram o Bitcoin em 2019.

Marketcap acima de US$ 100 milhões

Abaixo dessa faixa de capitalização, há muitas criptomoedas que tiveram um desempenho melhor que o do Bitcoin nos últimos 90 dias. Mas, para se concentrar em projetos mais estabelecidos, a faixa de US$ 100 milhões atuará como um ponto de partida inicial.

Neste grupo, existem 36 criptos que tiveram um desempenho melhor do que o Bitcoin em 2019, que atualmente está custando cerca de US$ 4.070, um aumento de cerca de 6% em relação ao preço do início do ano, em torno de US $ 3.840.

Um grupo de criptos compostos por Nano, Bytecoin, OmiseGO, Decred ou Lisk, os quais aumentaram seus limites de mercado entre 6 e 10%. Alguns projetos se beneficiaram de recentes notícias positivas, por exemplo, o conjunto de recursos de dicas da Nano que dá cobertura a diferentes plataformas de rede social, como Reddit, Twitter, Discord ou Twitch.

No entanto, em alguns outros casos neste grupo, o desempenho de algumas criptos é mais difícil de explicar. É o caso da Bytecoin, que apesar de ter sido excluída da Binance e da OKEx no final do ano passado, conseguiu acompanhar muito bem o ritmo do Bitcoin.

Superando o Bitcoin em 10 a 20%

No próximo grupo de moedas, há projetos que superaram o Bitcoin em mais de 10% e menos de 20%. São elas Aeternity, NEO, TRON, Monero, Dash e Qtum.

Talvez a moeda mais falada nos últimos meses, dos mencionados acima, tenha sido a TRON. O projeto liderado por Justin Sun, teve uma grande valorização em 2019 graças à sua associação com o BitTorrent token (BTT) , o primeiro projeto a ser oferecido através do Binance Launchpad.

Outro dos principais progressos da TRON durante o ano de 2019 ocorreu no campo das aplicações descentralizadas. Aqui, a hegemonia anteriormente mantida pela Ethereum está sendo claramente tomada por outros projetos.

NEO é o outro membro de sucesso deste grupo. Até agora, em 2019, tem se destacado em atrair novos desenvolvedores e dapps. O hype em torno da atualização do NEO 3.0, que fornecerá grandes melhorias de escalabilidade, também pode estar por trás de seu bom comportamento de preço.

Superando o Bitcoin em 20 a 60%

Existem 12 moedas com uma capitalização de mercado atual acima de $ 100 milhões que se superaram o Bitcoin em 20 a 60%, Chainlink, Maker, Basic Attention Token, Pundi X, EOS, ICON, VeChain, Bytom, Komodo, Tezos, BitShares, Cardano e DigiByte.

E neste grupo, há um líder, EOS, que superou o Bitcoin em mais de 40% até agora, se beneficiou de fatores semelhantes aos que jogam a favor da TRON. A quebra da hegemonia da Ethereum no setor de dapps abriu novas oportunidades que estão sendo aproveitadas

Esta mesma seleção de moedas também tem outro projeto que se beneficiou e muito de todas as expectativas em torno dele. Os rumores, mais tarde confirmados, sobre a inclusão do Basic Attention Token no mais recente smartphone da Samsung ajudaram a desencadear um aumento de preço no ativo.

Não só a inclusão na carteira integrada da Samsung S10 tem ajudado na valorização do preço da BAT em 2019. Sua integração no navegador Brave, que permite aos usuários receber de volta parte da renda que geram para o consumo, ajudou ainda mais a alta de cerca de 47% até agora em 2019.

Superando o Bitcoin em mais de 60%

Finalmente, o topo da pirâmide é formado por alguns poucos projetos que geraram muito lucro aos seus investidores. Algumas dessas criptos dobraram de preço em questão de três meses, não é de admirar que alguns já anunciando que é chegada a temporada das altcoins. As 12 últimas criptomoedas são Enjin, ABBC, ChainCrypto.com, Ravencoin, THETA, Binance Coin, Holo, Token Huobi, Ontology, Litecoin, Augur e Steem.

Começando do topo da classificação, é bastante surpreendente notar o efeito de uma integração interessante, mas relativamente limitada, como a carteira para criptomoedas no novo Samsung S10 está sendo para um pequeno token como o Enjin Coin. Com um aumento de preço de mais de 360% em três meses, a Enjin Coin viu sua capitalização de mercado aumentar de US $ 30 milhões para US $ 144 milhões em menos de 90 dias.

Embora a maior parte do aumento dos preços provavelmente deva ser atribuída à sua integração no Samsung S10, há outros motivos, como a inclusão no mecanismo de jogo Unity, que o ajudaram a obter uma adoção real.

Outro token relevante neste grupo, é a Binance Coin. Embora tenha acontecido poucos avanços em termos de melhorias, a Binance teve um começo emocionante em 2019. O Launchpad já pode ser considerado um sucesso, com os três projetos anunciados nos primeiros três meses sendo um sucesso de vendas.

Sem surpresa, isso teve um forte efeito no preço do BNB, que subiu em 2019 de cerca de US$ 6 para mais de US$ 15, um aumento total de 151%.

Leia mais: CEO Bitmex: Bitcoin vai valer US$ 10.000 em 2019

Tags:

Assine hoje nosso boletim informativo exclusivo !

Emails personalizados

Sem SPAM

Alt coin news

Cancele a inscrição quando quiser

Após a inscrição, de vez em quando, você também poderá receber nossas ofertas especiais por e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir seus dados a terceiros. Veja a nossa política de privacidade aqui.