Navegador Brave, que é baseado em criptomoedas, atinge 5 milhões de downloads na Google Play Store

0 Comentários

Navegador web com criptomoedas, o Brave já foi baixado mais de 5 milhões de vezes na loja de aplicativos para dispositivos móveis do Google Play.

O navegador de bloqueio de anúncios, que foi co-fundado pelo criador da linguagem JavaScript e criador do Mozilla , Brendan Eich, atingiu este marco significativo na última quinta-feira, apenas seis meses depois de cruzar o limite de um milhão de downloads.

Este rápido crescimento veio na esteira de várias parcerias de alto nível, incluindo uma com o Dow Jones Media Group, que fornece a um número limitado de usuários da acesso a conteúdo premium de várias publicações da empresa.

O aplicativo até recebeu uma participação especial em um episódio recente do noticioso programa 60 Minutes, quando o CEO do Yelp, Jeremy Stoppelman, usou o aplicativo durante um segmento de perfis alegando que o Google se envolveu em comportamento anti-concorrencial na forma como gerencia seu mecanismo de busca onipresente.

Como o Guia do Bitcoin noticiou, o Brave levantou US$ 36 milhões em apenas 30 segundos durante a oferta inicial de moedas (ICO) da startup de maio de 2017. Na época, foi a arrecadação mais alta das ICO’s já realizada, embora esse número tenha sido superado por dezenas de projetos – incluindo um que arrecadou US$ 1,7 bilhão de menos de 200 investidores.

Leia também  Exchanges chinesas de criptomoedas excluem mercados de ICO

(): Produtores de conteúdo sendo recompensados justamente

Como o bloqueia anúncios por padrão, os usuários podem premiar os editores por produzir conteúdo de qualidade com o Basic Attention Token (BAT) da plataforma. Os criadores de conteúdo do YouTube e os streamers do Twitch também podem se registrar para se tornarem editores, permitindo que eles ganhem uma porcentagem muito maior da receita do que com modelos convencionais baseados em anúncios.

Eventualmente, a Brave planeja permitir que os usuários optem por anúncios não intrusivos que sejam nativos do navegador. Em troca, eles receberão uma parte da receita, paga na BAT e convertida automaticamente em sua moeda local.

As estatísticas de download para a versão iOS do aplicativo não estão disponíveis e a Brave não respondeu imediatamente a uma solicitação de informações. No entanto, a empresa afirma que o navegador tem 2,3 milhões de usuários ativos mensais em todas as versões, bem como 14.000 publicadores verificados que se inscreveram para receber pagamentos de BATs.

Leia também  No dia 04/04/2017 a exchange C-CEX removerá várias altcoins! Confira aqui a lista