Mineração de criptomoedas pode consumir 0,5% de toda a energia do mundo em 2018

0 Comentários

A popularidade do alcançou níveis astronômicos no primeiro trimestre de 2016 e estimulou a existência de mais de 1600 criptomoedas alternativas (). Isso equivale a US $ 369 bilhões em valor de mercado. Um novo estudo da Price Waterhouse Coopers revelou que o Bitcoin estará consumindo cerca de 0,5% da eletricidade total do mundo até o final de 2018. Essas estimativas são baseadas em economia, levando em consideração o uso atual do Bitcoin estimado em 2,55 gigawatts. Nos níveis atuais, isso equivale às demandas atuais totais de da Irlanda.

“A comunidade de desenvolvimento do Bitcoin está experimentando soluções como a Rede Lightning para melhorar o rendimento da rede, o que pode aliviar a situação. Por enquanto, no entanto, o Bitcoin tem um grande problema e está crescendo rapidamente. ”Até o final de 2018, a rede foi projetada para triplicar a 7,7 gigawatts, o que significa que a energia necessária seria igual à da Áustria. “Para mim, meio por cento já é bastante chocante. É uma diferença extrema em comparação com o sistema financeiro regular, e essa demanda crescente de eletricidade definitivamente não vai nos ajudar a alcançar nossas metas climáticas ”.

Leia também  Cada vez mais empresas públicas japonesas entram no espaço das criptomoedas

Se o preço do Bitcoin continuar a aumentar da forma como alguns especialistas previram, a rede poderá algum dia consumir 5% da eletricidade mundial, segundo a publicação.

(Rami Caspi)

Fonte: https://radarzero.com/article/613/cryptomining-could-consume-05-of-the-worlds-energy

Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: https://guiadobitcoin.com.br/feed/