Estado americano aprova projeto de lei que aborda criptomoedas em crimes

0 Comentários

O estado de Michigan nos EUA apresentou um novo projeto de lei para incluir as criptomoedas na legislação em torno de atividades financeiras ilegais.

Representantes votaram quase unanimemente a favor do projeto de lei, que “fecha” uma brecha para utilização de dinheiro em crimes.

O projeto de lei 4102 foi redigido pela primeira vez em janeiro e foi inspirado em um caso envolvendo um ringue ilegal de briga de cães. Os participantes que apostaram dinheiro na forma de criptomoedas não foram processados.

A questão estabeleceu um precedente para a introdução de leis que dizem respeito as criptomoedas e a blockchain especificamente no contexto de atividades criminosas.

De acordo com o deputado estadual Ryan Berman, “Algumas dessas tecnologias não existiam 5, 10 ou 20 anos atrás, e as leis que temos nos livros, algumas delas originadas no início dos anos 1900. As criptomoedas são agora uma parte da nossa economia. É uma parte da nossa sociedade. Então, agora tem que estar na lei”.

Outra representante do parlamento, a deputada Vanessa Guerra disse:

“Nós só queremos ter certeza de que as leis protejam as finanças dos cidadãos, para que criminosos não sejam capazes de roubar seu dinheiro ou envolvê-los de forma fraudulenta em algum golpe.”

Leia mais: Coinbase lança cartão de débito VISA, no Reino Unido

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.