Menos taxas e congestionamento na rede: Coinbase implementará Segwit dentro de semanas

A corretora americana de criptomoedas Coinbase anunciou que planeja liberar o suporte para a SegWit “nas próximas semanas”, um movimento que promete reduzir as taxas de transação para os clientes e reduzir o congestionamento em toda a rede.

A empresa fez o anúncio no Twitter, afirmando que “nossa equipe de engenharia iniciou a fase final dos testes do SegWit para o Bitcoin e que “o Bitcoin compatível com SegWit estará disponível para clientes nas próximas semanas”.

Como o Guia do Bitcoin informou, a tecnologia SegWit (ou Segregated Witness) foi ativado na rede Bitcoin através de um Soft Fork em agosto passado. Ao diminuir o tamanho das transações, o SegWit reduz taxas e otimiza o espaço limitado em blocos Bitcoin. No entanto, os usuários apenas aproveitam esse recurso se eles usam endereços de carteira compatíveis com SegWit.

Leia também  Preço do Bitcoin: 8 razões para o otimismo

De acordo com os dados do fabricante de carteira de hardware Trezor, apenas cerca de 15% das transações de Bitcoin atualmente empregam a SegWit, abaixo de cerca de 18% no final de janeiro. Essa redução recente pode ser vinculada aos usuários aproveitando as taxas de transação mais baixas para transferir fundos de endereços legacy compatíveis com a SegWit, mas, em qualquer caso, é claro que a rede não está enfrentando todos os benefícios que a atualização de escalabilidade oferecido, em parte porque a Coinbase e algumas outras grandes empresas tardaram em implementá-la.

Fonte: Segwit.party

Interrompimento da Coinbase foi responsável pelo congestionamento da rede

Essas empresas – a Coinbase, em particular devido à sua onipresença como uma ponte no ecossistema – foram criticadas por muitos na comunidade porque, embora apoiasse a controversa proposta da SegWit2x, citando o aumento das taxas de transação, elas parecem estar se arrastando para implementar a SegWit.

Leia também  MoscowCoin: capital da Rússia planeja lançar sua própria criptomoeda

Essa falta de urgência incorrera na ira de mais de clientes da Coinbase. Sergej Kotliar, CEO do serviço de Bitrefill, observou que o número de transações de Bitcoin não confirmadas despencou ao mesmo tempo em que a Coinbase sofreu uma interrupção, o que sugere que as transações da Coinbase foram fortemente responsáveis pelo congestionamento da rede que contribuiu para o aumento das taxas de transação Bitcoin perto do auge do mercado.

Resumo semanal: Criptomoedas

O Guia do Bitcoin e o jornal ADVFN Brasil estão com uma parceria inédita! E pensando em vocês, leitores, lançamos o Resumo Semanal sobre o mercado de criptomoedas. O objetivo é…

1 Comente

Alerta! Wallet da IOTA é hackeada e são roubados $4 milhões de dólares

O projeto IOTA é novamente alvo de raiva e críticas negativas. Desta vez, o problema é uma característica da tecnologia que aparentemente permitiu que os golpistas roubassem cerca de US$…

0 Comentários