ICOs tem -87% de retorno em relação ao dólar, apenas 10% dos projetos são lucrativos

1 Comente

Durante 2017, momento da alta histórica do Bitcoin, as ICOs (Oferta Inicial de Moedas) acabaram explodindo.

Depois de 2017 o número de ICOs diminuiu consideravelmente, principalmente depois que a grande maioria acabou quebrando.

Dados da The Block, divulgados no Twitter, analisaram mais a fundo a atual situação das ICOs.

As informações mostram que a mediana das ICOs tem -87% de retorno em dólar para os investidores. Ou seja, um péssimo negócio.

“Agora é óbvio que as ICOs foram uma grande bolha e que provavelmente não vão se recuperar. O retorno mediano das ICO em relação ao dólar é de -87% e ainda está caindo.”, escreveu Larry Cermak, pesquisador da The Block, no Twitter.

Ele também postou um gráfico mostrando a taxa de retorno das ICOs desde o final de 2017.

Segundo Larry, o fracasso das ICOs pode ser explicado por causa do incentivo desalinhado entre fundadores e investidores.

Ao contrário de como acontece no Capital de Risco, onde o dinheiro é arrecado de investidores experientes e profissionais, as ICOs levantavam dinheiro de investidores retalhistas, na maioria das vezes sem experiência.

O objetivo dos investidores que apostavam nas ICOs era ganhar dinheiro com a valorização de um token. Já os fundadores muitas vezes nem ao menos tinham um objetivo com a moeda ou o projeto.

Sendo assim, os investidores tinham acesso a um produto em estado muito inicial. Sem contar que a inexperiência dos retalhistas podia criar ciclos de pump e dump que prejudicavam todo o projeto.

Não é à toa que alguns projetos que tinham uma base sólida acabaram morrendo por conta de problemas ao administrar os criptoativos.

Como o The Block nota, é difícil ter uma estatística exata sobre as ICOs porque a maioria dos projetos já morreram ou os tokens não possuem liquidez para qualquer tipo de análise.

Ao analisar uma base de dados de 444 projetos, o The Block aponta que em média as ICOs levantaram US$36.2 milhões, enquanto a mediana levantou US$18 milhões.

No total, todos esses projetos arrecadaram quase US$14 bilhões.

Desse total, apenas 10.8% de todas as ICOs ainda possuem um retorno positivo. Esse valor seria muito mais baixo caso fossem inclusos outros projetos que já faliram e sumiram do mapa.

Em compensação, existem 11 projetos que tiveram um retorno de mais de 1000%.

Em relação ao BTC, os projetos que se destacaram foram:

  • BNB (5,902%)
  • IOTA (1,744%)
  • Ethereum (1,339%)
  • Lambda (962%)
  • ChainLink (668%)

Apesar dessas moedas terem tido um lucro imenso, é quase impossível acertar quais projetos vão se dar bem ou quais vão dar prejuízo.

Apesar das ICOs terem diminuído, as IEOs continuam ficando mais popular e infelizmente elas estão passando a demonstrar um caminho semelhando ao que vimos em 2017.

Veja também: Análise Preço do Bitcoin hoje – 08/08

 

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.