O Bitcoin Físico – A história do Bitcoin parte 4

5s Comentários

Estamos continuando com a nossa série A História do Bitcoin, dessa vez explorando a criação do primeiro Bitcoin Físico!

Confira a parte 3.

Lembrando que essa série é uma adaptação de artigos originais do Bitcoin.com

Bitcoin nasceu como uma moeda totalmente digital, e poderia ter permanecido assim se não fosse pelos esforços de um homem de Utah e um dos primeiros traders de Bitcoin.

Seu nome era Mike Caldwell, mas no fórum Bitcointalk, ele era mais conhecido como Casascius. O criador do Bitcoin físico pegou um fenômeno digital e o converteu em matéria física. Pela primeira vez na história, os Bitcoins eram táteis.

Por que um Bitcoin físico?

Essa foi a questão com a qual Casascius intitulou seu tópico em setembro de 2011.

Horas antes deste post, ele postou um tópico separado anunciando o lançamento dos primeiros Bitcoins físicos.

Em muitos aspectos, suas criações pareciam com moedas convencionais, e naquela época não valiam mais do que uma moeda comum.

Aliás, no primeiro lote que Casascius liberou, o custo da postagem foi fixado em 1 BTC, enquanto cada moeda de 1 BTC custava 1,25 BTC para cobrir os custos de produção. Na época isso não era muita coisa.

“Um dos lados tem um holograma”, explicou Casascius. “Debaixo da camada de holograma está uma chave privada.Os primeiros 8 caracteres do endereço do Bitcoin aparecem em cada moeda.”

Curiosamente, a resposta da comunidade traz algumas pérolas que hoje, anos depois parecem um pouco absurdas.

“Elas parecem incríveis”, respondeu o usuário do fórum chamado ‘The Joint’, “mas por que você compraria isso dado o estado atual do mercado/economia do Bitcoin? Isso poderia ser bom como um investimento se houvesse um bom indicador de que seu investimento lhe daria qualquer tipo de retorno futuro.”

Quando ele escreveu estas palavras, 1 BTC era negociado por US$6,86. Por isso a descrença do usuário em relação à moeda física.

Tão bem-sucedidas foram as moedas físicas de Casascius que o lote de 1 BTC foi seguido por lotes de 10, 25, 100 e até 1.000 Bitcoins. No pico do preço do Bitcoin, entre 2017 e 2018, essa moeda holográfica de 1.000 BTC teria valido cerca de US$20 milhões.

Mike Caldwell vendeu suas moedas físicas da Casascius até o final de 2013. Neste período quase 28.000 moedas foram mineiradas. Quase metade dessas já foram resgatadas, mas mais de 47.000 BTC permanecem não recuperadas até o momento, esperando que os proprietários possam retirar a camada holográfica e resgatá-los usando a chave privada.

Pode ser que muitos desses 47.000 Bitcoins nunca vejam a luz do dia, já que podem ter sido perdidos antes da moeda ter uma grande valorização.

“Agora podemos riscar a primeira frase da FAQ do [Fórum Bitcointalk], que diz que ‘um bitcoin não é tangível’”, escreveu Casascius , ao anunciar sua invenção. “O fato de um Bitcoin não ser mais invisível, eu acho, é enorme por si só.”

Ele não estava errado.

Embora o BTC tenha permanecido como uma moeda predominantemente digital, hoje os Bitcoins físicos existem em muitas formas, incluindo carteiras de papel, moedas comemorativas e itens de edição limitada.

Depois disso, o Bitcoin e o criptomercado teria um avanço interessante com o surgimento a primeira altcoin. Mas essa história fica para a próxima parte!

Veja também: Dash Dinheiro Digital abre vagas no Brasil

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.