Hackers são presos nos Estados Unidos por roubarem US $14 milhões

0 Comentários

Segundo o portal Oklahoma News 4 dois hackers suspeitos de invadir a  Crowd Machine e roubar tokens que somados custam um total de US $ 14 milhões, foram presos pela polícia de Oklahoma City. Os acusados são Fletcher Robert Childers, de 23 anos, e Joseph Harris, de 21 anos, ambos moram no Missouri. 

A polícia americana acredita que os hackers usaram uma técnica chamada “substituição do cartão SIM» (troca SIM) para invadir a exchange e roubar as criptomoedas, a técnica usada por eles constitui-se em “persuadir” a operadora de telefonia a dar-lhes o acesso ao número utilizado no cadastro da exchange, onde era solicitada autenticação de dois fatores.

“A investigação criminal está em andamento e não podemos comentar sobre o assunto, exceto confirmar que foram feitas duas prisões” , disse Craig Spraule, fundador e CEO da Crowd Machine.

De acordo com as informações disponíveis, os foram presos num quarto de hotel, local esse que foi utilizado para invadir a plataforma, após a invasão eles transferiram as criptomoedas roubadas para várias exchanges. 

Atualmente apenas Joseph Harris ainda está preso, seu cúmplice foi libertado na noite de sexta-feira 28/09.

Guia do Bitcoin

Leia também  Hackers norte coreanos podem ser os responsáveis pelo roubo a exchange Coincheck