Gigante varejista da Venezuela vai aceitar criptomoedas

2s Comentários

A maior loja de departamentos da Venezuela instalará caixas registradoras em suas unidades que terão integração com a Blockchain. Ao todo, os novos caixas serão instalados em 49 pontos de venda.

A dona da megaloja Traki anunciou no dia 22 de agosto que integrará o XPOS, um dispositivo de ponto de venda da Pundi X, uma empresa com base na Cingapura, para oferecer um sistema de pagamento de criptomoedas para os compradores.

Já disponível em 30 países, a Pundi pretende vender 100.000 dispositivos XPOS até 2021. Isso faz parte do plano da empresa de introduzir criptomoedas para uso diário, por meio de um ecossistema de produtos financeiros, como os cartões de débito criptográficos XPASS e Xwallet.

“Criamos o XPOS com a missão de criar casos de uso reais para a tecnologia blockchain, e isso não poderia ser melhor representado do que os compradores da Traki que pagam suas necessidades diárias com criptomoedas”, disse o CEO da Pundi X, Zac Cheah.

Cheah continuou dizendo que a Traki foi uma das pioneiras na adoção da tecnologia blockchain na Venezuela.

“Na Traki, aspiramos oferecer as opções mais convenientes para nossos clientes, e a criptomoeda provou ser uma solução de pagamento eficaz”, disse Michael Gomez, chefe do departamento de ativos da Crypto Assets da Traki.

Dos quase 300.000 usuários de carteira da Pundi, aproximadamente um décimo estão baseados na Venezuela.

O sistema de XPOS suporta pagamentos em uma série de criptomoedas, incluindo BTC, ETH, BNB (stablecoin da Binance), assim como os tokens próprios da Pundi X, NPXS e NPXSXEM.

Um período de hiperinflação e falta de liquidez fez com que muitos venezuelanos adotassem a criptomoeda como reserva de valor e opção de pagamento.

No ano passado, o governo do presidente Nicolas Maduro lançou a criptomoeda com lastro em petróleo, a Petro, atrelada às vastas reservas de petróleo do país, como meio de contornar as sanções econômicas impostas pelos EUA.

Maduro recentemente ordenou que bancos e empresas estatais usassem a criptomoeda.

Esse é um avanço muito interessante por vários motivos. Primeiro porque os venezuelanos precisam de ajuda com a atual inflação do país. Até pouco tempo, o dinheiro da nação valia tão pouco que estava sendo calculado por quilo.

Esse fato também é interessante, afinal, mostra que o Bitcoin e as criptomoedas realmente podem ocupar a sua posição disruptiva do mercado financeiro. Esse é um excelente caso de uso para demonstrar exatamente esse aspecto do criptomercado.

Fonte: Coindesk

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.