Facebook coin: Empresa pode estar buscando US$ 1 bilhão em investimento

0 Comentários

Um repórter do New York Times afirma ter informações interessantes sobre o projeto do Facebook de criar sua própria criptomoeda, a Facebook Coin. Segundo o repórter a gigante das redes sociais pode estar buscando até US$ 1 bilhão em financiamento de empresas de capital de risco para sua nova criptomoeda.

Mais detalhes estão surgindo sobre a Facebook Coin, cujos rumores surgiram pela primeira vez no final de 2018. Recentemente, foi confirmado que a criptomoeda provavelmente será uma stablecoin ligado a um “grupo” de diferentes criptos, e será usado em todo o Facebook, incluindo WhatsApp e Telegram.

Foi o próprio New York Times que divulgou esses últimos detalhes, e agora o repórter Nathaniel Popper afirma ter uma fonte que afirma que o Facebook está procurando um grande investimento de empresas de capital de risco. Esta seria a primeira vez que o Facebook buscou investimentos externos, já que um dos negócios mais bem-sucedidos do planeta tem sido geralmente capaz de financiar seus próprios projetos.

Popper afirma que esse envolvimento de outras instituições pode, de certa forma, limitar as acusações de que o projeto do Facebook Coin tem controle centralizado demais do próprio Facebook. Analistas apontaram que o investimento de outras entidades não necessariamente torna o projeto descentralizado, e também sugeriu que ele pode estar mais sujeito à regulamentação como uma security devido a essa mudança.

Leia mais: TRON releva mais detalhes sobre o projeto DAppChain

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.