Exchanges não regulares da China tem prazo para encerrar atividades – clientes devem sacar rapidamente

Pequim ordenou que todas as bolsas de bitcoins afetadas publicassem um aviso de encerramento até a meia-noite de sexta-feira. Agora, as exchanges estão solicitando aos clientes sacarem seus fundos, pois os reguladores também estabeleceram um prazo para que eles vejam planos para permitir retiradas “de forma livre de risco”.

Exchanges foram ordenadas a anunciar datas de fechamento

As autoridades chinesas solicitaram exchanges de criptomoedas em Pequim pararem de negociar e permitirem novos registros a partir de sexta-feira, de acordo com uma notificação do governo, que foi verificada pela Reuters. “O aviso foi assinado pelo grupo da cidade de Pequim, encarregado de supervisionar os riscos das finanças da internet e circulado on-line”. O aviso dizia:

“Todas as exchanges comerciais devem, até a meia-noite de 15 de setembro, publicar um aviso para deixar claro quando eles vão parar todo o comércio de criptomoedas e anunciar uma parada para novos cadastros de usuários.”

As principais exchanges de bitcoins da China já cumpriram o requisito. A BTCC anunciou que a BTCChina fechará completamente suas empresas de câmbio no dia 30 de setembro”, anunciou a empresa. No entanto, os únicos negócios afetados são aqueles relacionados à Btcchina; outras empresas da BTCC não são afetadas porque a “BTCC é uma empresa separada da BTCChina”, observou a empresa, acrescentando que “BTCC Pool, BTCC USD Exchange, BTCC Dax, BTCC Mobi e BTCC Mint não são afetados por essa mudança”.

Leia também  11 exchanges japonesas de Bitcoin ganharam licenças regulatórias

As exchanges Huobi e Okcoin fizeram anúncios semelhantes na sexta-feira, afirmando que estão encerrando no dia 31 de outubro. A Huobi anunciou que o novo registro de usuários e o serviço de depósito de CNY já pararam, afirmando que:

“O fechamento efetivo da negociação CNY ocorrerá no dia 31 de outubro de 2017. Vamos fechar toda a negociação CNY para criptomoedas, sendo um ativo por vez”.

Clientes precisam retirar seus saldos imediatamente

A BTCChina já fez anúncios sobre a retirada de fundos de usuários. Todos os saques são processadas no prazo de 24 horas, revelou a empresa. Além disso, mesmo após 30 de setembro, quando a bolsa cessou as operações, os clientes ainda podem retirar seus fundos. Além disso, sua plataforma de negociação Blockchain abrirá as retiradas de caixa de bitcoin (BCC, BCH) antes do domingo, 24 de setembro. A empresa assegurou aos clientes que a exchange e sua plataforma de negociação Blockchain + têm fundos suficientes para acomodar todas as retiradas de clientes, incluindo CNY, BTC, LTC, BCC e ETH, e twittou isso:

“A BTCChina incentiva os clientes a retirar seus fundos o mais rápido possível. Os clientes podem retirar seus fundos sempre que quiserem.”

O aviso da Huobi também forneceu alguns detalhes sobre como lidar com retiradas. Enquanto o serviço de depósito CNY parou, os depósitos e levantamentos de ativos digitais, bem como as retiradas do CNY, permanecerão abertas. “O serviço de retirada do BCH será habilitado antes de 20 de setembro”, escreveu a bolsa.

Leia também  Maior companhia aérea da Rússia está considerando aceitar pagamentos em Bitcoin

Via: Bitcoin.com
Tradução: Guia do Bitcoin


Notícias diárias sobre o Bitcoin:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

Bitcoins no seu e-mail

Digite o seu e-mail

Junte-se a 21.437 outros assinantes

loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *