Exchanges chinesas estão mudando modelo de negócio

0 Comentários

Algumas das principais exchanges da China estão mudando para o mercado de venda livre (OTC) após a repressão por parte do governo chines.

Em anúncios, tanto  OKEx quanto o Huobi Pro  disseram que vão apresentar plataformas de negociação peer-to-peer com transações de moeda fiat, incluindo o yuan chinês, como uma alternativa para os investidores nacionais de criptomoedas.

De acordo com a OKEx, o yuan é atualmente a única moeda fiduciária que está disponível em sua plataforma P2P, Lennix Lai, diretor de mercado financeiro da OKEx, disse que a plataforma recebeu cerca de 8.000 solicitações de registro para novos usuários, desde o lançamento do novo serviço em 1º de novembro.

Lin Li, CEO da Huobi, disse em seu último anúncio que, além da plataforma P2P no Huobi Pro, a empresa também está buscando uma expansão para os mercados estrangeiros. A empresa está atualmente no processo de criação de uma exchange na Coréia do Sul para competir com plataformas locais como a Bithumb.

Como podemos ver ninguém pode parar o bitcoin.

Guia do Bitcoin

É importante se manter informado todos os dias, siga nossos canais oficiais:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.