Ethereum pode ultrapassar o Bitcoin?

0 Comentários

Há uma semana, o do atingiu 50% do . Em 12 de junho, o preço do Ethereum atingiu US$396, e a cada dia se aproxima ainda mais do marketcap do de US$ 46 bilhões.

A indústria, o mercado e a comunidade de criptomoedas estão antecipando o “” quer dizer a possibilidade da Ethereum superar o marketcap do Bitcoin. Que é aproximadamente US$ 10 bilhões de diferença.

Antes de especular sobre a possibilidade da Ethereum se tornar a rede dominante, é importante considerar se o recente aumento dos preços pode ser justificado. A Ethereum demonstrou sucesso comercial? Os usuários reais utilizam o Ethereum para acessar aplicativos descentralizados? Ou é um investimento completamente especulativo e é um dinheiro que está sendo aplicado e que a qualquer momento pode ser “tirado” do mercado?

Objetivamente, o recente aumento dos preços da Ethereum tem sido principalmente especulativo. A grande maioria dos investidores na Coréia do Sul, o maior mercado de câmbio Ethereum, não tem conhecimento suficiente do propósito, estrutura, complexidades técnicas e filosofia da rede Ethereum. A maioria dos investidores não parece diferenciar Ethereum do Bitcoin, as duas redes Blockchain são muito diferentes em vários aspectos.

Leia também  Restaurante francês em NY agora aceita Bitcoin e desiste de VISA e Mastercard

Charlie Shrem, COO da Jaxx, escreveu:

“A ETH está aumentando porque os novos usuários querem” ficar ricos rapidamente com a ICO”. Eles não se importam com o preço da ETH, e eles não estão segurando. Todo o fornecimento é bloqueado pela ICO no contrato. Eles não venderão porque o preço está aumentando. A demanda cresce, o suprimento é reduzido”.

O Ether original de Ethereum foi projetado para ser usado como “combustível”. Não é uma criptomoeda ou uma reserva de valor, ao contrário de outras altcoins, como Ethereum Classic, que possuem uma fonte fixa. O Ethereum baseia-se em um fornecimento inflacionário para garantir que a rede seja alimentada pela Ether, também referida como o combustível da rede.

Daí, os investidores que compram o Ether para utilizá-lo como uma moeda, por sua transação ser mais rápida que a do Bitcoin não conseguiram entender o objetivo do Ether. A maioria dos investidores comprou o Ether devido ao seu entusiasmo geral e otimismo em relação à rede. Muito poucos investidores compraram a Ether para participar de ICOs, usá-la como moeda ou usá-la para garantir a autonomia dos aplicativos descentralizados.

Leia também  DJ Khaled: mais uma celebridade promovendo uma ICO

O que há com a Coréia do Sul?

É difícil justificar que o dinheiro que flui no mercado Ethereum não seja especulativo devido a grandes mercados, como a Coréia do Sul. Em uma entrevista recente, Vitalik Buterin enfatizou que ele não tinha idéia de por que a Coréia do Sul é o maior mercado de câmbio Ethereum. Ele disse que está ciente da comunidade de desenvolvimento Ethereum, liderada por vários consórcios, instituições educacionais e conglomerados.

A Coreia do Sul, ao contrário, é simplesmente o maior mercado de câmbio Ethereum porque as pessoas estão especulando sobre o valor da Ethereum.

Ao longo do ano passado, a Ethereum introduziu um método fenomenal de levantar investimentos para startups, as ICOs. Ao oferecer tokens únicos compatíveis com a rede Ethereum e o Ether token, as empresas podem levantar capital sem o envolvimento de intermediários e mediadores.

Leia também  Série Os 7 princípios da Blockchain: 1 - Confiança

Evidentemente, as ICOs não são o único caso de uso exclusivo da Ethereum. No entanto, o recente aumento dos preços foi atribuído apenas ao crescimento das ICOs e ao lançamento da Enterprise Ethereum Alliance.

A Ethereum oferece uma infra-estrutura e um nível de flexibilidade que o Bitcoin simplesmente não tem. Por outro lado, o Bitcoin oferece uma reserva de valor e uma rede de liquidação que é segura e que foi projetada para operar como dinheiro, até sua oferta monetária.

Mesmo que o limite de mercado do Ethereum ultrapasse o do Bitcoin, os investidores não devem considerar a Ethereum como uma rede Blockchain superior sobre o Bitcoin. E vice-versa, os investidores do Bitcoin não devem descartar o Ethereum devido ao seu limite de mercado menor. As duas redes Blockchain, obviamente, oferecem recursos e infraestruturas únicas e são procuradas pelo mercado.

Fonte: cointelegraph.com

Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin