Ethereum considera usar a rede Bitcoin Cash para dados

2s Comentários

A Ethereum, maior plataforma do mundo para a criação e implantação de aplicativos descentralizados (dApps), enfrenta atualmente problemas significativos de escalabilidade.

A maior altcoin do mundo está enfrentando um momento complicado em relação à sua blockchain. Mesmo com as soluções da Ethereum 2.0 sendo aos poucos desenvolvidas e implementadas, o ecossistema continua sofrendo com a atual performance da rede.

Isso acontece porque que o tamanho da blockchain Ethereum cresceu muito mais do que os fundadores do projeto podiam ter previsto quando a plataforma de contrato inteligente foi lançada pela primeira vez há cerca de cinco anos.

Para você ter uma ideia, a rede está se aproximando dos 3 mil gigabytes, quase 3 terabytes de dados. Cada full node precisa administrar todos os dados e isso torna o ecossistema frágil, custoso e até mesmo inseguro.

A fim de enfrentar os desafios de escalabilidade da Ethereum, Vitalik Buterin, o co-fundador da rede, sugeriu o uso de redes blockchain que têm taxas de transação relativamente baixas. As informações são do site Cryptoglobe.

Buterin argumentou que o Ethereum poderia alavancar plataformas menores baseadas em blockchain usando-as como uma camada de dados. De acordo com a avaliação de Buterin, o Bitcoin Cash (BCH) pode “encaixar-se perfeitamente”, já que tem uma taxa de transferência de dados relativamente alta.

Atualmente, o blockchain do Bitcoin Cash pode processar cerca de 32 MB de dados em aproximadamente 600 segundos, o que equivale a cerca de 53.333 bytes/segundo. Ou seja, quase 7x mais rápido do que a capacidade de processamento da Ethereum – já que a rede da maior altcoin do criptomercado processa penas 8 kilobyte (8.000 bytes/segundo) por segundo.

Enquanto a blockchain do Bitcoin (BTC) pode ter um nível bem mais alto de segurança, as taxas de transação em sua rede podem ser muito altas para que ele seja usado como uma camada de dados de forma prática.

A rede de Bitcoin Cash pode ser mais adequada para o processamento de dados, uma vez que as taxas de transação são consideravelmente menores (atualmente) do que a maioria das principais redes de criptomoedas.

Infelizmente, usar a rede do Bitcoin Cash traria novos problemas, já que o hash é muito baixo e pode acarretar em falhas de segurança.

Veja também: Bitcoin: US$ 100 mil até 2020, US$ 1 milhão até 2024 e US$ 10 milhões até 2028

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Escreva um comentário

2 Comentários

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.