Número de cripto ATMs continua crescendo em todo o mundo

3s Comentários

Como já sabemos, o mercado de Bitcoins teve uma grande queda agora no final do ano. Porém, apesar das “esperanças perdidas” por parte do mercado, a adoção de ATMs de Bitcoin está cada vez maior em todo o mundo.

Segundo o ATM Radar, o número de caixas eletrônicos de BTC continuam crescendo em todo o mundo. Segundo o relatório do site, diferentes fabricantes de caixas eletrônicos abriram cerca de 209 equipamentos em todo o mundo, enquanto apenas 68 foram fechados. A taxa de crescimento é bem similar com a de outubro, quando as máquinas atingiram um número de 150 em todo o mundo.

O líder de crescimento foi os EUA, com 70 novas máquinas instaladas. Até o mês de dezembro, o país conta com 2.243 ATMs de criptomoedas instaladas em todo território nacional. Logo depois dos EUA estão a Áustria e o Canadá, com 17 e 16 máquinas instaladas respectivamente.

Leia também  Tutorial: Como comprar e vender altcoins na Poloniex

O mais interessante é que alguns países ganharam seus primeiros caixas eletrônicos de criptomoedas em novembro desse ano. Peru, Albânia e Coréia do Sul receberam os primeiros equipamentos do tipo. No Peru e na Albânia, as máquinas foram criadas pela General Bytes, uma das maiores fabricantes de equipamentos de Bitcoin, com sede em Praga. A máquina da Coréia do Sul foi fabricada por uma empresa local chamada DOBI ATM.

Outra parte curiosa do relatório é que o número de caixas eletrônicos que trabalham com altcoins aumentou 59%. Apesar do aumento, o Bitcoin continua sendo a moeda mais aceita no mundo, com 4.042 caixas eletrônicos trabalhando com o ativo.

E se você está curioso sobre a situação do Brasil nesse segmento, segundo o ATM Radar, existem dois caixas eletrônicos de criptomoedas no Brasil. Ambos estão localizados no centro econômico de São Paulo, bem pertinho da Avenida Paulista.

Leia também  Lista de sites para vender produtos e serviços em Bitcoin

Lembrando que esse tipo de tecnologia é importante porque viabiliza as criptomoedas como uma comodidade do dia-a-dia. A falta de integração com o cotidiano e com a economia “real” é um dos principais problemas na aceitação das criptomoedas.

Veja também: Lei quer facilitar desenvolvimento de criptos nos EUA

Escreva um comentário

3 Comments

Pena que o comércio ainda não aceita.Povo otario

E quanto sai o fee? Tudo bonito na teoria.. O transação completa na Blockchain do btc pode demorar até 10 minutos na mineração normal.

A transação tem fee e do btc está caro. A mais barata custa 1 real até 40. Isto vingaria com MIOTA q não precisa de mineração.

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.