Coreia do Sul está se tornando uma potência para os mercados de Bitcoin e Ethereum

A Coreia do Sul está se tornando uma potência de Bitcoin e Ethereum em termos de volumes de negociação, liquidez e atividade.

Ao longo dos últimos meses, os três maiores exchanges de moedas digitais da Coréia do Sul Bithumb, Korbit e Coinone adicionaram suporte para a comercialização de Ethereum, integrando o token ETH. Em um período de tempo relativamente curto, a Coréia do Sul tornou-se o maior mercado de câmbio Ethereum com um volume de negociação diário de US$ 335 milhões e uma participação de mercado de 38%.

Na verdade, o par ETH/KRW processa mais trades do que o par ETH/BTC, que costumava representar mais de 50% de todas as negociações do Ethereum.

Os maiores mercados de Bitcoin no mundo

A Coréia do Sul também se tornou um dos maiores mercados de câmbio da Bitcoin no mundo. Embora a Coreia do Sul seja atualmente o quarto maior mercado de câmbio da Bitcoin por trás dos EUA, China e Japão, há um mês, seu volume de negociação e participação de mercado era maior do que a China e o Japão e garantiu seu lugar como o segundo maior mercado de câmbio da Bitcoin por algum tempo.

Leia também  Exchange Ripio suspende temporariamente operações bancárias no Brasil

Os investidores sul-coreanos dentro do mercado de criptomoedas são facilmente movidos e influenciados pela mídia. A recente Ethereum Alliance Enterprise da Ethereum, com grandes conglomerados como a Toyota e a JPMorgan, que validou ainda mais o valor da Ethereum para mais investidores locais e mudou a tendência do Bitcoin para a Ethereum.

De olho nas Altcoins

Mais importante ainda, porque Bitcoin tornou-se um “ativo conservador” entre outras criptomoedas, os investidores na Coréia do Sul começaram a olhar para altcoins como Ethereum e Ripple que são apoiados por bolsas locais.

A maioria das bolsas sul-coreanas são financiadas por corporações de vários bilhões de dólares no país. A Korbit, a segunda maior bolsa da Coréia do Sul, é investida pela SK Telecom, a maior empresa de telecomunicações do país.

Leia também  Clientes da American Express agora podem comprar Bitcoins dentro do App Abra

Portanto, quando as bolsas adicionam suporte para criptomoedas como Ethereum e Ripple, imediatamente, os investidores mergulham em altcoins. Particularmente, os investidores que acreditam que perderam o rali do Bitcoin, investem em altcoins para grandes ganhos a curto e médio prazo.

A demanda do Bitcoin aumentou ao ponto onde existe sempre uma oportunidade enorme da arbitragem para comerciantes. O Bitcoin está sendo negociada na Coréia do Sul com um preço premium de US$ 2.800. Isso é um prêmio de 21% sobre o preço médio global e outros mercados importantes, como os EUA.

Embora ainda seja possível comprar Bitcoin fora da Coréia do Sul com outras opções, como cartões de crédito para evitar taxas, é difícil trocar grandes quantidades de Bitcoin sem ser sinalizado por sistemas de lavagem de dinheiro.

Leia também  Transações instantâneas de Bitcoin serão possíveis graças a nova rede Thunder

Se a atual taxa de crescimento dos mercados de câmbio sul-coreanos de Bitcoin e Ethereum puder ser sustentada nos próximos meses, a Coréia do Sul poderá se tornar uma verdadeira potência para os mercados de Bitcoin e Ethereum.


Quer aprender mais sobre Investimentos Digitais? Siga-nos em nossos canais:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Linkedin: https://www.linkedin.com/company-beta/16221556

Via: Cointelegraph
Tradução: Guia do Bitcoin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *