“Conversa” em programa da Fox especula o valor do Bitcoin em US$ 1bilhão

O preço do bitcoin aumentou nos dois primeiros trimestres de 2017, renovando o interesse da mídia. Grande parte desse interesse tem sido negativo, e muitos dos principais repórteres e analistas continuam menosprezando o Bitcoin, ainda que não o entendam, em vez de fazer uma avaliação honesta.

Outros, no entanto, estão abrindo os olhos para a possibilidade de que o Bitcoin seja uma força financeira e tecnológica duradoura. A personalidade da CNBC, Jim Cramer, por exemplo, sugeriu recentemente que os  ataques de Ransomware poderiam impulsionar o preço do bitcoin para US$ 1 milhão.

>> Bitcoin pode valer US$ 1 milhão

Para não ficar para trás, um programa bem conhecido da Fox Business (EUA) perguntou se o preço do bitcoin poderia atingir US $ 1 bilhão.

Em 30 de junho o programa “Making Money With Charles Payne”  tinha como convidados o ex-diretor de política do Centro de Bitcoin de Nova York e a menina de Bitcoin, Naomi Brockwell, juntamente com Tammy Bruce da Fox News.

Leia também  Microsoft lança Framework baseado na plataforma Ethereum

Charles Payne começou o programa, reconhecendo que ele e muitas outras personalidades da notícia descartaram Bitcoin, mas a criptomoeda começou a ganhar aceitação e atenção da comunidade empresarial.

Naomi Brockwell, atribuiu o recente aumento do preço do bitcoin às ramificações políticas da sua natureza descentralizada, afirmando que as pessoas que vivem sob regimes ditatoriais podem usá-lo para comprar alimentos e outros produtos indisponíveis em sua nação natal:

As pessoas que promovem essa tecnologia são as que entendem que os governos podem ser perigosos.

Tammy Bruce expressou suas hesitação sobre confiar em uma moeda digital que dependia da internet em vez de um ativo físico como ouro ou dinheiro, mas também afirmou que acredita que o bitcoin “vai além do establishment”. No final do programa, a discussão mudou para as previsões de preços.

O que seria o valor de US$ 1 bilhão para o bitcoin?

Para o bitcoin chegar a US$ 1 bilhão, precisaria ter um aumento de 38.491.100% em relação à seu preço atual de $ 2.598. Isso daria ao bitcoin um limite de mercado de US$ 16 quintilhões muito respeitável, dada a oferta atual. Se as altcoins valorizarem junto com o bitcoin, o We trust que está no 100º lugar no site marketcap, alcançaria um mercado de quase US$ 9 trilhões. Isso seria improvável, mas também é improvável o preço do bitcoin de US $ 1 bilhão.

Leia também  Análise: preço do Bitcoin atinge maior alta desde 2014 e pode chegar a novo patamar

Nos níveis atuais  (e ignorando todas as potenciais soluções de dimensionamento futuras), a transação média do bitcoin custaria quase US$ 700.000 para ser processado.

Lembre-se da fabulosa pizza de 10 000 bitcoins comprada em 2010? Espero que tenha sido deliciosa, porque esses bitcoins valerão US$ 10 trilhões.

E, se Satoshi estaver vivo e o rumor de que ele tem 1 milhão de bitcoins, ele conseguiria um valor líquido de US$ 1 quadrilhão, ficando bem mais rico que Bill Gates e Jeff Bezos, tornando-se o homem mais rico do mundo.

Fonte: cryptocoinsnews.com

Adpatação/Tradução: Guia do Bitcoin

Posts relacionados

Leia também  Putin confirma que regulamentará o Bitcoin e criptomoedas na Rússia até o final do ano
loading...

Traders buscam descentralização: volume diário da Waves DEX chega a $5 milhões

A plataforma Waves iniciou uma revisão do design da interface do usuário e do mecanismo interno de sua exchange descentralizada (DEX) para atrair traders cada vez mais traders, incluindo os profissionais….

0 Comentários

Mastercard apresenta pedido de patente Blockchain para a proteção de dados de identidade

Uma das maiores empresa de processamento de pagamento a Mastercard apresentou um pedido de patente para uma nova solução, na qual a tecnologia blockchain é considerada como uma forma de…

0 Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link