Comunidades brasileiras e argentinas emitem nota contra o Segwit2x

Quanto mais perto está a famigerada data programada para ativação do segwit2x, mais manifestações publicas contra a atualização surgem na internet. Na terça-feira, na conta da plataforma Medium do economista e também entusiasta do bitcoin, Fernando Ulrich, uma nota foi compartilhada em nome da comunidade, empresas, exchanges e prestadores de serviços de bitcoin no Brasil e na Argentina. O Guia do Bitcoin traduziu a nota que está em inglês e destacou os principais pontos abordados na mesma.

O Segwit2x sem dúvida está “causando” na comunidade. Não foram poucas as matérias que trouxemos aqui no portal falando sobre o mesmo e, ao que parece, essa história ainda está longe de acabar, pois, durante a última terça-feira, o economista Fernando Ulrich, que é referencia nacional sobre bitcoin, emitiu uma nota em seu nome e em nome de toda a comunidade Brasil-Argentina, englobando também exchanges, empresas e prestadores de serviços afirmando que o segwit2x está preocupando a todos.

Em nota, Ulrich, foi muito respeitoso em suas palavras, dizendo acreditar que os assinantes do acordo de Nova York “têm as melhores intenções na tentativa de melhorar o protocolo do Bitcoin” também reconhecendo o “serviço inestimável prestado historicamente pelas empresas e pelos indivíduos talentosos associados ao S2X.”

“Como entusiastas, empresários, desenvolvedores, acreditamos que todos compartilhamos o mesmo objetivo de fazer o Bitcoin ter sucesso e cumprir seu enorme potencial como uma tecnologia disruptiva, permitindo maior liberdade financeira, soberania monetária e capacitação para cada indivíduo em torno do mundo. Nós também valorizamos o avanço tecnológico do Bitcoin para aplicações bem além do dinheiro e pagamentos sem fronteiras. Mas, independentemente dos casos de uso, uma blockchain segura e confiável é primordial.”

Contudo, a nota é clara ao dizer que todos os membros que nela assinaram estão “profundamente em desacordo com os meios escolhidos para levar a cabo tal plano. E nisso reside toda discórdia, controvérsia, debates febris e até ressentimento para alguns atores.”

Leia também  Banco Central dos Emirados Árabes Unidos: "Bitcoin pode ser usado facilmente para lavagem de dinheiro"

Nem uma, nem duas, são onze razões

A nota continua, listando uma sequencia de 11 razões pelas quais as comunidades brasileiras e argentinas consideram a SegWit2x uma busca desacreditada e injustificada.

Cada item é muito bem explicado e traz argumentos persuasivos para a opinião negativa sobre o hardfork. Destacamos três deles como:

O número 2 “Falta de desenvolvimento e transparência objetiva” fala que “desde o início, houve uma clara deficiência de transparência e clareza dos principais desenvolvedores do S2X” e que “Embora isso tenha sido um pouco resolvido, contribuiu para confusão e suspeita” resultando em muita desconfiança por parta da comunidade.

O número 4 “Imposição de consenso, em vez de construção de consenso” onde a mesma fala sobre o fato do acordo impor a comunidade uma decisão tomada por um grupo.

Leia também  O que é a SegWit?

O número 8 ” Uma não solução para um problema percebido” que fala sobre o fato do segwit2x não ser uma solução definitiva. “…aumentar o limite de tamanho de base para 2mb agora é uma solução parcial, na melhor das hipóteses. Conforme reconhecido pelos próprios membros do acordo, 2mb já é considerado insuficiente e novos aumentos devem ser implementados em breve. Se for esse o caso, o S2X planeja um hardfork a cada 3, 6 ou 12 meses?”

Caso queira ler todos os tópicos, basta clicar aqui, o texto está em inglês, porém, com auxilio do Google Translator, você conseguirá entender perfeitamente.

A nota é concluída da seguinte maneira:

“Por todos os motivos acima, as comunidades brasileiras e argentinas de Bitcoin se opõem a SegWit2x. Consideramos que qualquer benefício potencial decorrente de um hardfork do acordo em NY não vale a pena os riscos. “

O Guia do Bitcoin já solicitou a inclusão nessa lista. Queremos deixar claro que toda nossa equipe é totalmente contra o segwit2x e qualquer hardfork do bitcoin que não tenha o consenso da comunidade.

Leia também  Vice-Presidente da Goldman Sachs: "Investir no Bitcoin é como apostar em empresas da Internet na década de 90"

Você é contra ou a favor da bifurcação do bitcoin conhecida como Segwit2X? Deixe seu comentário abaixo.

_______________________________________________________________________________

Publicação Traduzida e Editada pelo Guia do Bitcoin
Matéria Original: https://medium.com/@Ulrich_98986/w…

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

Bitcoins no seu e-mail

Digite o seu e-mail

Junte-se a 21.293 outros assinantes

loading...

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *