Com ascenção de Altcoins, exchange Shapeshift cresce exponencialmente

“O volume de está uma loucura, para dizer no mínimo”, de acordo com Erik Voorhees, fundador da exchange de moeda digital, Shapeshift. A exchange, que permite aos usuários negociem entre ativos digitais como e Éter, tem crescido exponencialmente até agora em 2017.

A Shapeshift, em parte, foi legitimada ao longo do tempo graças à integração em de hardware e várias aplicações populares, incluindo como Jaxx e Exodus. Além disso, a exchange é dedicada ao mercado de “”, um cenário diversificado e volumoso, de alternativas ao Bitcoin, que também contribui para a sua legitimidade.

Índice

Leia também  Segundo pesquisa 31% dos trabalhadores sul-coreanos tem investimentos em criptomoedas

Crescimento exponencial

“Até o momento, nosso melhor mês já foi de US$ 20 milhões, que foi em janeiro passado e que foi cerca de 30% a partir de dezembro de 2016″, Voorhees afirma. “Em março, até o momento, processamos mais de US$ 30 milhões, então estamos [no alvo] mais do que o dobro do mês mais alto de sempre”.

A Shapeshift regularmente acrescenta novas altcoins e não requer nem e-mails nem senhas e, portanto, sem inscrições e contas. Tudo isso pode ter contribuído para o sucesso recente.

Nas 24 horas entre 13 e 14 de março, a Shapeshift processou mais de 4.300 pedidos de clientes totalizando cerca de US$ 3 milhões, de acordo com o CEO, que também dirigiu o popular site de jogos Bitcoin, Satoshidice. O volume vem principalmente de negócios entre Bitcoin, Dash, Eter e Monero.

“Augur e Zcash também estão sendo bastante requisitadas”, acrescenta.

“Pagamentos com Bitcoin são cada vez menos confiáveis”

A equipe de suporte ao cliente da Shapeshift vem trabalhando “quase sem parar para processar pedidos e reembolsos”, conforme necessário, de acordo com o Sr. Voorhees. “Infelizmente, alguns dos motivos pelos quais o Shapeshift não está funcionando perfeitamente liso tem a ver com problemas de escalabilidade do Bitcoin muito divulgado”.

Leia também  CEO da Starbucks acredita na Blockchain mas não no Bitcoin

Os recentes problemas do escalonamento do Bitcoin, que viram o volume de transações aumentarem em relação ao limite de 1 MB de dados, criaram uma “fila” de confirmação de transações, que pode ser vista em tempo real neste link.

“Os atrasos na transação Bitcoin foram realmente frustrantes para nós e nossos clientes”, de acordo com o Sr. Voorhees, que escreveu uma das primeiras peças longas na moeda digital, Bitcoin: A Introduction Libertarian. “Mesmo quando enviamos transações com altas taxas, que continuam ficando mais altas, nosso cliente pode não receber bitcoin por uma hora ou às vezes um dia e é impossível prever antecipadamente”.

CEO da ShapeShift

Os pagamentos com Bitcoin tornaram-se cada vez menos fiáveis e caros para o Shapeshift. “Aqueles na comunidade Bitcoin que não estão lidando com milhares de pedidos de clientes por dia provavelmente não apreciam a degradação grave no Bitcoin Core que vem ocorrendo há mais de um ano e muito intensamente nos últimos meses”.

Leia também  Secretário do Tesouro dos EUA: "Estamos de olho em usos ilícitos do Bitcoin"

Ele acrescenta: “Independentemente disso, a indústria de ativos digitais está pegando fogo agora mesmo, de uma boa maneira, e é impossível não ficar entusiasmado com o crescimento em vários ativos”.

 

 

Via: News Bitcoin
Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin


Receba notícias sobre o Bitcoin em primeira mão, seguindo nosso canal no Telegramtelegram.me/guiadobitcoin

loading...

CEO da NVIDIA afirma: As criptomoedas vieram pra ficar

A Nvidia está acompanhando o crescimento da mineração de criptomoedas, foi rrevelado ontem, os lucros do segundo trimestre da empresa com sede na Califórnia aumentaram 56% em relação ao ano anterior, com o departamento das…

0 Comentários

Nos EUA: Apenas 807 pessoas declararam Bitcoin no imposto de renda

Apenas 807 pessoas declararam Bitcoin para fins fiscais, de acordo com documentos judiciais arquivados pelo IRS em San Francisco. Se for verdade, é provável que apenas uma pequena porcentagem de…

0 Comentários