CoinBase tem conta bancária encerrada

4s Comentários

O Barclays, banco global com sede em Londres, anunciou que não está mais trabalhando com a Coinbase, uma das conhecidas corretoras do criptomercado. As informações são do site CoinDesk.

Depois do ocorrido, a CoinBase rapidamente encontrou uma nova parceira bancária na Europa, a startup ClearBank.

Porém, mesmo sem a necessidade de parar os seus serviços para clientes do Reino Unido, a recente mudança tem incomodado indiretamente os usuários da corretora.

Isso porque, além do prestígio de trabalhar com um banco tradicional, o Barclays conectou a Coinbase, sediada em San Francisco, ao FPS (Esquema de Pagamentos Rápidos, em inglês) do Reino Unido, permitindo que os usuários retirassem e depositassem instantaneamente libras esterlinas na corretora.

O fim do relacionamento interrompeu o acesso da Coinbase ao FPS – o que, por sua vez, limitou os depósitos e saques em Libra Esterlina para clientes do Reino Unido.

A partir do fim da parceria entre as duas entidades, os depósitos podem demorar dias para serem processados.

A situação é temporária, graças ao novo relacionamento da Coinbase com o ClearBank. Um dos “bancos desafiadores” do Reino Unido que surgiram nos últimos anos para competir com os operadores do mercado tradicional.

O ClearBank tem acesso ao FPS, e espera-se que a instituição reative a conexão da Coinbase com o serviço até o final do terceiro trimestre.

A Barclays, ClearBank e Coinbase não quiseram comentar sobre o assunto.

Zcash é removida da Coinbase

Curiosamente, assim que a nova parceria foi anunciada, a Coinbase retirou o Zcash da sua lista de negociação.

A remoção foi feita justamente por causa de exigências do ClearBank para firmar a parceria com a corretora norte-americana.

De acordo com o site CCN, o ClearBank exigiu que a Coinbase retirasse o Zcash da sua plataforma para que a parceria pudesse ser realizada.

O problema com o Zcash é o medo das instituições de que ela não será bem vista pela regulamentação do Reino Unido.

O Zcash possui uma série de opções de privacidade que podem tornar transferências completamente anônimas.

Como é de se imaginar, no atual cenário em que os órgãos reguladores querem impedir a lavagem de dinheiro ao máximo, o Zcash é um “grande vilão.”

E acordo com a CCN, os usuários tem até o dia 26 de agosto para trocar seus Zcash por outras criptomoedas. Ou então os tokens serão convertidos em libras esterlinas automaticamente.

Esse caso leva a um ponto de vista curioso. A Coinbase é uma instituição 100% regulamentada e que está sempre tentando estar de acordo com normas de compliance e KYC.

Mesmo assim, ela está tendo problemas de manter um diálogo com instituições bancárias tradicionais. Isso demonstra um possível medo dessas instituições em relação a esse novo mercado.

Veja também: Bitcoin ainda não é realidade na Argentina

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.