Cidade japonesa atrai mineradores de criptomoedas com promessa de energia renovável com valores baixos

0 Comentários

 

O de uma cidade japonesa conhecida por sua energia renovável e baixa temperatura no inverno está atraindo mineradores de criptomoedas para usar sua energia limpa. Uma empresa já anunciou que abrirá “o primeiro centro de mineração japonês baseado em energia limpa” na cidade, para minerar 10 criptomoedas incluindo Bitcoin.

A cidade japonesa de Kazuno está tentando atrair empresas para usar sua energia Cidade japonesa atrai mineradores de criptografia com abundante energia renovávelrenovável. Localizado na região montanhosa na ilha principal do , a cidade tem uma população de aproximadamente 32.000 habitantes.

Kazuno City também tem um clima úmido com fortes nevascas no inverno. “A temperatura média anual da cidade de Kazuno é baixa, e isso vai amenizar os efeitos de aquecimento gerado pelos computadores usados para a mineração”, informou o  nesta segunda-feira, acrescentando que:

Leia também  Blockchain: Chefe da CFTC nos EUA diz que, "Se não fosse pelo Bitcoin, a tecnologia contábil distribuída não existiria"

O governo da cidade de Kazuno vem convidando empresas que administram negócios usando eletricidade renovável, derivada de energia limpa. A cidade tem em abundância de energia renovável, incluindo energia geotérmica, hidrelétrica e eólica, e sua taxa de auto-suficiência de eletricidade excede 300%.

Lançamento do Centro de Mineração na cidade de Kazuno

A Miner Garage Co., Ltd., com sede em , administra um negócio de mineração de moedas digitais, anunciou recentemente que foi certificada e convidada a operar na cidade de Kazuno.

“Com a ajuda da cidade e utilizando a energia limpa, a Miner Garage abrirá e operará o primeiro centro minerador japonês baseado em energia limpa em dezembro de 2017”, afirmou o presidente . Com esses recursos naturais, a empresa acredita que “a mineração no Japão é muito possível e pode competir com empresas estrangeiras de mineração”.

Leia também  Waves irá desafiar Ethereum com seus próprios Smart Contracts

Sobre o lançamento em meados de dezembro do centro de mineração da Miner Garage:

“No centro de mineração, serão 600 equipamentos instalados no início, e espera-se que possa gerar um lucro de cerca de 300 milhões de ienes por ano, minerando 10 tipos de moedas virtuais, entre elas o Bitcoin”.

O Miner Garage criará empregos localmente e treinará engenheiros. A empresa também está atualmente negociando com a Tohoku Electric Power Co Inc no que se refere à aquisição da energia renovável.

O custo da eletricidade tem sido um obstáculo para as operações de mineração no Japão. Na tentativa de combater o problema, duas empresas que fornecem energia já estão oferecendo eletricidade de baixo custo afim de reduzir os custos de mineração.

Leia também  "Mais um": Banco central da Tanzânia emite aviso contra criptomoedas

O fornecedor japonês de energia renovável  anunciou no início deste mês o lançamento de seu próprio pacote de eletricidade de baixo custo para mineradores. “O alto custo da eletricidade é um gargalo no Japão, o que torna difícil empresas de mineração se instalarem, afirmou o diretor e presidente do Looop, . Além disso, outro provedor japonês de energia a , a empresa-mãe da , também oferece eletricidade com desconto para mineradores.

Enquanto isso, três grandes conglomerados japoneses,  , DMM e Grupo SBI já anunciaram seus planos para iniciar operações de mineração.

Fonte: News.bitcoin.com

Tradução: Guia do Bitcoin